Adolescente suspeito de tráfico é baleado durante troca de tiros com a Polícia Civil em Resende

0

RESENDE

Um adolescente, cuja idade não foi informada, foi baleado na tarde de quinta-feira, dia 2º, durante troca de tiros com a Polícia Civil. Os agentes da 89ª Delegacia de Polícia (DP) acompanhados do delegado titular Ronaldo Aparecido de Brito faziam abordagem no bairro Baixada da Olaria, na região da Grande Alegria, quando foram recebidos a tiros por quatro homens. Após o tiroteio, o quarteto fugiu deixando para trás uma mochila com drogas, celular, uma pistola .380 e um radiotransmissor. O adolescente, que foi baleado na perna esquerda, foi encontrado pelos policiais depois de seguirem o rastro de sangue. Ele invadiu um imóvel para se esconder.

Por volta das 14h30min, os policiais civis, que estavam em uma viatura descaracterizada, foram até a Rua da Olaria, no bairro Baixada da Olaria, para identificação de residências relacionada à Inquéritos Policiais de tráfico de drogas e homicídio. No trajeto, a equipe de deparou com quatro homens armados, em atividade típica de venda de drogas. Ao pararem a viatura e se deslocarem para realizar a abordagem, o adolescente apontou uma pistola em direção a viatura, momento que um dos agentes respondeu a injusta agressão.

De acordo com a Polícia Civil, durante a fuga, os traficantes abandonaram uma mochila com farto material entorpecente, celular, uma pistola Glock .380 e rádio transmissor.

Em diligências, os agentes seguiram o rastro de sangue até uma residência e encontraram o adolescente ferido na perna esquerda. Ele havia invadido o imóvel para se esconder dos policiais. Os agentes encaminharam o suspeito para o Pronto Socorro do Hospital Municipal de Emergência Henrique Sérgio Gregori, no bairro Jardim Jalisco. Segundo a Polícia Civil, o adolescente não corre risco de morte e, ficou internado em observação com escolta policial.

O delegado titular Ronaldo Aparecido autuou o adolescente em fato análogo ao tráfico, associação para o tráfico e posse de arma de fogo. Após receber alta da unidade hospitalar, o suspeito será apresentado a delegacia e em seguida, a Vara de Infância e Adolescência da cidade.

Ronaldo Aparecido reforçou o pedido a população que colabore com denúncia de crimes pelo Disque Denúncia 2253-1177. “A Polícia Civil solicita a colaboração de todos para tornarmos Resende uma cidade mais segura. O sigilo é garantido”, disse.