Ação nesta quinta-feira em Resende faz alerta sobre a violência contra o idoso

0

RESENDE

O Calçadão da Avenida Albino de Almeida, no Centro Comercial, será palco nesta quinta-feira, dia 28, de uma mobilização que fará referência ao Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra o Idoso (28 de junho). A data foi instituída em 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa. O objetivo é de conscientizar a população sobre a violência contra o idoso, além de difundir a necessidade de denunciar e coibir atos degradantes ou nocivos praticados contra as pessoas da terceira idade. A atividade acontecerá das 9 às 11 horas.

A mobilização é organizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos. A mobilização contará com uma apresentação especial do Coral do Centro de Convivência de Idosos (CCI), que também estará no local acompanhando a realização do ato. Além da apresentação, uma equipe da Diretoria de Direitos Humanos fará a distribuição de folhetos com informações práticas sobre como lidar com a pessoa idosa no dia a dia, e informará a população sobre questões importantes como, por exemplo, os tipos de violência praticados contra a pessoa idosa e os serviços oferecidos para este público no município. “Precisamos chamar a atenção da sociedade para as necessidades desse público e aproveitar essa data estipulada pela ONU para conscientizar as pessoas de que este tipo de violência, infelizmente, está mais presente do que imaginamos”, explica a diretora Emanuele Dalpra, acrescentando que a atividade desta quinta-feira, tem outros objetivos: “Também queremos desmistificar a ideia de que só existe violência física contra os idosos. Na verdade, vários tipos de violência são cometidos contra essas pessoas todos os dias e o pior é que, muitas vezes, nem o responsável por ela sabe que está cometendo violência”, afirma a diretora.

Ação marca o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra o Idoso – Ascom Resende.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), um em cada seis idosos é vítima de algum tipo de violência ao longo da vida. O relatório aponta ainda que 16% das pessoas com mais de 60 anos já sofreram algum tipo de abuso. Segundo Emanuele Dalpra, muitas vezes a violência é praticada por pessoas muito próximas ao idoso e nas quais ele confia, como familiares e cuidadores.

ONDE DENUNCIAR

Os casos de violência contra idosos devem ser denunciados através do Disque 100, serviço telefônico que recebe, encaminha e monitora casos de violação de direitos humanos. A denúncia pode ser feita de forma anônima, sem riscos ao denunciante. No município, mais informações sobre o assunto podem ser obtidas no CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social). O serviço fica na Rua Natanael Galvão Batista, 48, bairro Jardim Tropical, telefone 3360-9775.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !