Ação integrada da Aman, Amar e Defesa Civil promove a limpeza do rio Alambari

0

RESENDE

Uma ação integrada que reuniu a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), a Agência de Meio Ambiente de Resende (Amar) e a Defesa Civil do município resultou na limpeza do rio Alambari, que corta parte do bairro Cabral, na região do Grande Paraíso.

Segundo a Seção de Comunicação Social da Aman, a ação aconteceu no último dia primeiro, quando foi realizada a limpeza de material que impedia o fluxo correto do ribeirão. A ação ambiental reuniu a Seção de Meio Ambiente e o Campo de Instrução da Prefeitura Militar Acadêmica, além do Batalhão de Comando e Serviços da Academia Militar das Agulhas Negras (BCSv/Aman), a Defesa Civil de Resende e a Amar. “A ação preventiva visa evitar alagamentos na região da ponte sobre rio Alambari que corta o bairro Cabral”, informou o Setor de Comunicação, acrescentando que os moradores agradeceram a iniciativa, tendo em vista a proximidade da temporada das fortes chuvas que caem nesta época do ano. A próxima etapa do trabalho contará com o plantio e a recuperação da Área de Preservação Permanente (APP). Um novo trabalho ambiental será feito em conjunto com a Seção de Meio Ambiente e a Agência de Meio Ambiente de Resende. “Apesar de estar inserido em Área de Proteção Ambiental, ou seja, uma APA, o rio Alambari enfrenta o assoreamento das margens em alguns trechos dos 15 km de extensão que possui, desde sua nascente localizada no Parque Nacional do Itatiaia. A proteção da Serrinha do Alambari torna-se fundamental. Nela, estão localizadas as microbacias dos rios Alambari e Pirapitinga”, observou o Setor de Comunicação Social da Aman, enfatizando que “descarte correto de resíduos e o bom relacionamento dos moradores com o Alambari tornam-se ações eficazes para a sobrevivência da vida, que se mostra presente dentro e fora do rio”, ressaltou.

error: Conteúdo protegido !