A moda e essa tal sustentabilidade!

1

Sustentabilidade está na Moda!
Você já deve ter ouvindo falar sobre isso de empresas eco-friendly, que praticam upcycling ou outras ações, defendendo a bandeira ‘verde’ como ferramenta de marketing para agregar valor a sua marca.
Mas, e quando pensamos no nosso mercado!? Parece que complica, não é mesmo!?
Como uma área cujo objetivo é vender produtos considerados não tão “essenciais’, pode praticar sustentabilidade em sua essência?

Foto: Google/Sustentabilidade

Bem, achar que sustentabilidade somente diz respeito à preservação da natureza é um pensamento equivocado. De fato, sustentabilidade é, sim, a capacidade de o ser humano interagir com o mundo preservando o meio ambiente. Porém, o conceito de sustentabilidade é ainda mais amplo, pois atende a um conjunto de variáveis interdependentes, integrando questões sociais, energéticas, econômicas e, logicamente, questões ambientais.
A questão social diz respeito ao próprio ser humano, que precisa aprender a conviver com as diferenças de pensamentos entre seus semelhantes, interagindo com o meio e respeitando a natureza.
Em se tratando da questão energética é preciso estar ciente que, sem energia, a economia não se desenvolve e, conseqüentemente, as condições de vida humana ficam prejudicadas.

Foto: Google/Sustentabilidade

Sob o ponto de visto econômico, temos de saber criar e manter um ambiente em condições de geração de emprego, que oportunize o ser humano se desenvolver de forma justa e saudável, conquistar seus objetivos, mantendo uma condição de vida digna, adquirindo bens necessários e fazer a economia circular.
E, por fim, mas não menos relevante, sustentabilidade é também sobre cuidar de nossas reservas para mantermos os recursos naturais e não abreviarmos o nosso tempo de vida saudável e útil, garantindo também o equilíbrio para as gerações futuras.
Percebeu como este assunto não é somente sobre preservação da natureza, mas, principalmente, sobre preservação humana?! E como isso tem a ver, não somente, com a área de moda, mas também com todas as áreas que geram empregos, renda e praticam a “economia circular”?! Conceito este que se baseia na utilização de recursos renováveis ou que apresente o melhor desempenho possível, para aumentar o capital natural sem degradar o sistema.

Assim como esta, outra prática super sustentável é consumir produtos e serviços, o mais próximo possível de onde você vive, pois assim, além de ser economicamente mais viável, já que se elimina a necessidade de deslocamento e, portanto, se diminui o desperdício, gerando menos poluição, por questões de logística com transporte e combustíveis, por exemplo, você colabora para desenvolver o crescimento de sua região.
Um empreendimento humano, para ser considerado sustentável, precisa ser ecologicamente correto! Traduzindo isso para a área de moda, precisamos aprender a produzir bens ou produtos que não prejudiquem o meio ambiente, desde o seu desenvolvimento até o seu descarte. Pensando nisso, percebam que nenhuma roupa ou outro tipo de produto de moda, foi feito para ser descartado na natureza! Na realidade, tanto a área de moda, que é a segunda que mais emprega no Brasil, como outras áreas, são superimportantes para preservar o nosso meio e tornar sociável, capacitar e desenvolver o ser humano!

Foto: Divulgação

O equilíbrio humano gera o “consumo consciente”, fator vital para alimentar um ciclo positivo em nossa existência.
E o autoconhecimento é a chave para evitarmos compras compulsivas, que levam a um guarda-roupa abarrotado de coisas que não são usadas!
Mas, se antes desta leitura você ainda não havia percebido “como” você pode ser um agente ativo para mudar esta realidade, deixo aqui uma dica muito simples, mas transformadora:
Quando você não quiser mais alguma peça de roupa ou acessório, doe! Faça o produto girar, transforme-o em outra coisa, enfim, reutilize-o.
E, para finalizar, quando você pensar em “moda e sustentabilidade” que tem sim, tudo a ver, pense nos ‘6Rs’ a seguir, seu coração e planeta agradecem!
Reuse;
Recicle;
Repense;
Reduza;
Recupere;
Recuse!

1 comentário

error: Conteúdo protegido !