A história do Barra Mansa Futebol Clube e do Esporte Clube Siderantim

0

BARRA MANSA

Durante muitos anos, Barra Mansa teve dois times do coração: O Barra Mansa Futebol Clube e o Esporte Clube Siderantim. Infelizmente não há muitos registros sobre a história do surgimento do Barra Mansa Futebol Clube, quase não há textos e ou documentos confirmando os fatos. O registro mais antigo que se tem da expressão Barra Mansa Foot-Ball Clube é datado de 10 de outubro de 1915, quando o jornal Cartão Postal noticiou a fundação oficial do clube em 26 de setembro de 1915, assumindo como presidente o Dr. Antônio Morávia Júnior.
No entanto, antes do ano de 1915, muitos futebolistas da cidade já haviam tentado, por várias vezes, formalizar a criação de um clube.
Os anos se passaram e o time que tem como mascote um leão, no ano de 1981, tentou sem sucesso se inscrever na 3ª Divisão do Campeonato Carioca. Seria a primeira vez que o clube disputaria uma competição promovida pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), já que a antiga Federação Fluminense de Futebol estava extinta. Mas o projeto não foi para frente e viu o outro time da cidade – o Esporte Clube Siderantim – seguir o caminho do profissionalismo. No entanto, Esporte Clube Siderantim foi extinto quando a Siderúrgica Barra Mansa, que pertenceu ao Grupo Votorantim, atual Acellor Mittal, resolveu acabar com suas dependências para ampliar a área da empresa.

Equipe do EC Siderantim em uma das partidas no Maracanã – Foto: Divulgação

Mesmo de maneira amadora, os amantes do clube o mantém em atividade disputando diversas partidas na região. O título de maior expressão do Esporte Clube Siderantim é o da Série C do Campeonato Carioca de 1982.

O LEÃO RUGE

Entre os anos de 1984 e 1990 o Leão do Sul se manteve fora de atividade. Apenas os veteranos, por iniciativa dos próprios atletas, reuniam-se para partidas amistosas. A Liga Desportiva Barramansense (LDB) sempre enviava convites para a participação do clube no campeonato da cidade, porém os dirigentes do Barra Mansa sempre recusavam com a justificativa de que todo o foco estava para a construção do novo estádio. E, de fato, nesse longo período sem atividade, o Leão do Sul enfim conseguiu ter novamente um estádio que, entre os anos de 1988 a 1990, foi construído com muita dificuldade e graças ao empenho dos dirigentes, dos sócios contribuintes e do prefeito da época. Nos bastidores, já se comentava muito sobre a volta das atividades do futebol do Barra Mansa no ano de 1991.

Após exatos 21 anos sem competir profissionalmente, o Barra Mansa Futebol Clube ressurge e anuncia a sua volta às atividades com pensamento de ir muito longe. Pela primeira vez, o Leão do Sul confirma participação numa competição promovida pela Ferj. O clube da cidade foi inscrito na segunda divisão do Campeonato Carioca de 1991.

No ano de 2014, o Leão do Sul garantiu o título da Série B do Campeonato Carioca. Já o ano de 2015 foi bastante especial para o Leão do Sul. Neste mesmo ano a equipe comemorou o seu centenário e ainda disputou, pela primeira vez, a elite do Campeonato Carioca, tendo inclusive a partida contra o Flamengo que foi disputada no Maracanã sido televisionada.

Neste ano, o Leão do Sul, por pouco não conseguiu novamente o acesso a Série B1 do Carioca – a segunda divisão do estadual. As semifinais foram disputadas contra o Esporte Clube Rio São Paulo. Na primeira partida as equipes ficaram no empate em 1 a 1. Já no segundo confronto, o EC Rio São Paulo levou a melhor pelo placar de 4 a 3 e garantiu a vaga.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !