Vereador fiscaliza se há 70% de mão de obra local na construção do Park Sul – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomePolíticaVereador fiscaliza se há 70% de mão de obra local na construção do Park Sul

Vereador fiscaliza se há 70% de mão de obra local na construção do Park Sul

Rodrigo Furtado garante que continuará visitando as obras para cobrar cumprimento de lei//Divulgação

Vereador fiscaliza se há 70% de mão de obra local na construção do Park Sul

VOLTA REDONDA

Depois de receber denúncias de que as obras do shopping Park Sul, às margens da Rodovia dos Metalúrgicos, não contavam com a maioria de trabalhadores do município, o vereador Rodrigo Furtado (PTC) intensificou suas visitas ao local. O objetivo, segundo ele, é fiscalizar se sua lei, que prevê a contratação de 70% das vagas do quadro de funcionários para moradores locais, está sendo cumprida.

Após visita ao canteiro de obras e encontro com representantes do setor de Recursos Humanos da empresa Racional Engenharia, responsável pela obra, ficou satisfeito. Disse que a inspeção foi positiva e que a empresa viabilizou um funcionário especificamente para gerenciar a fiscalização das contratações. Garantiu que, aparentemente tudo está funcionando bem e as especificações estão sendo respeitadas. Lembrou também que todos se mostraram dispostos a ofertar o percentual para mão de obra local.

Furtado prometeu continuar acompanhando de perto e trabalhando para que as oportunidades sejam oferecidas aos trabalhadores do município. Disse ainda que, a rotatividade das empresas é grande e muitos empregos serão gerados até a conclusão da obra. Adiantou que suas fiscalizações não acabaram e que enviará ofícios às empresas envolvidas, solicitando informações sobre as contratações, contendo número de funcionários e de onde são oriundos.

Segundo o vereador, conforme explicação do Departamento de Recursos Humanos da Racional Engenharia, todas as empresas abrangidas pela lei são orientadas a cumprir a porcentagem, ressaltando que existe uma rígida fiscalização. Garantiu ainda que, para facilitar o cumprimento da reserva, os currículos recebidos e selecionados pelas empresas são enviados pela Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac) e pelos sindicatos da cidade. O parlamentar apurou que, das 25 empresas que prestam serviço à obra no momento, somente cinco têm efetivo superior a 20 funcionários.

 

Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar