Retomada de trem de passageiros na região é solicitada em encontro por membros do Programa Líder – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomePolíticaRetomada de trem de passageiros na região é solicitada em encontro por membros do Programa Líder

Retomada de trem de passageiros na região é solicitada em encontro por membros do Programa Líder

: Foi lembrado no encontro que já foram feitos inúmeros estudos de viabilidade do trem de passageiros nas últimas duas décadas - Divulgação

Retomada de trem de passageiros na região é solicitada em encontro por membros do Programa Líder

VOLTA REDONDA

Membros do Programa Líder (Liderança para o Desenvolvimento Regional), do qual fazem parte prefeitos e lideranças de 12 cidades da região, se reuniram nesta quinta-feira com o subsecretário estadual de Transportes, Delmo Pinho, e o diretor de Relações Institucionais da MRS Logística, Gustavo Bambini, em encontro realizado na sede da Firjan, em Volta Redonda. O programa é desenvolvido pelo Sebrae. A principal reivindicação dos membros do programa foi para MRS a criação de linhas de passageiros, conforme é previsto no contrato de privatização.

“O governo federal está renovando os contratos de concessão ferroviários e, por isso, acreditamos que esse é momento oportuno de solicitar às empresas que invistam nos ramais para passageiros. Entendemos que essa modalidade de transporte seria um grande incentivo à economia regional, oferecendo um transporte seguro e com menor custo para a população”, defendeu José Osmar, prefeito de Rio Claro. Além dele, participaram da reunião os prefeitos de Piraí, Luiz Antônio; de Resende, Diogo Balieiro; o vice-prefeito de Volta Redonda, Maycon Abrantes; e o vice-prefeito de Valença, Hélio Suzano.

Segundo o coordenador do eixo mobilidade do Programa Líder, Péricles Aguiar, foram feitos inúmeros estudos de viabilidade nas últimas duas décadas visando a implementação do transporte de passageiros no Sul Fluminense. “De acordo com levantamento da Comissão de Turismo da Alerj, no estado do Rio existem 300 quilômetros de ferrovias que estão subutilizados e podem ser reativados. O estudo também apontou que existem hoje cerca de 410 quilômetros de malha ferroviária para cargas e 315 quilômetros para transporte de passageiros. Em momentos de crise temos que tornar o nosso estado mais atrativo e uma das maneiras é investindo no turismo. O trem de passageiros, além de melhorar a mobilidade da população, pode ser mais um atrativo turístico de relevância na nossa região”, argumentou Aguiar. E as rotas possíveis interligam os estados do Rio, São Paulo e Minas Gerais.

Além do transporte de passageiros, o subsecretário estadual de Transportes, Delmo Pinho, defendeu investimentos para implantação e operação de terminais intermodais rodoferroviários (Rio x SP e Rio x Belo Horizonte) e de um terminal de granéis agrícolas. “Uma janela de oportunidades está se abrindo para o estado do Rio, com a renovação das concessões ferroviárias. É preciso aproveitar esse momento, fazendo o alinhamento dos objetivos das cidades, empresas concessionárias e governo federal com a lógica financeira”, afirmou Delmo.

O representante da MRS, o diretor Gustavo Bambini, falou que o encontro seria histórico para construção de um alinhamento sobre o tema. Bambini, se comprometendo a realizar um estudo de viabilidade operacional mediante demanda do trem de passageiros. Adiantou que o projeto de transporte de passageiros é convidativo, mas pouco rentável, necessitando de um estudo maior para verificar a praticabilidade.

PÁTIO DE MANOBRAS

Representantes de Barra Mansa presente ao encontro questionaram as obras de readequação ferroviária. A presidente da Aciap, Denyse Singulani e o secretário de Planejamento Urbano, Eros Santos, aproveitaram para levantar informações sobre os investimentos da MRS Logística nas obras de readequação ferroviária da cidade. Iniciadas em 2010, as obras estão paralisadas desde 2015. “O projeto de construção de um mergulhão na Rua Duque de Caxias está pronto. Vamos investir recursos nesse projeto e também no término das alças do viaduto em frente a Saint Gobain. Precisamos apenas de uma nova conversa com o DNIT para acertar o que devemos priorizar e, assim, podermos dar início às intervenções”, concluiu Bambini.

Samuca recebe subsecretário e faz pedidos

Samuca recebeu os representantes em seu gabinete – Foto: Gabriel Borges PMVR

Pela manhã, o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (Podemos) recebeu em seu gabinete o subsecretário de Estado, Delmo Manoel Pinho e o assessor especial da Secretaria de Estado da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Wanderson Farias. O encontro também teve a presença do secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Volta Redonda, Joselito Magalhães.

Quatro eixos foram tratados, como a implantação do Trem Turístico, que ligaria Volta Redonda a Vassouras; tornar o município entreposto de grãos, recebendo a produção do Centro Oeste a caminho do Porto de Itaguaí; a implantação do Aeroporto do Aço, por meio de parceria com a iniciativa privada; e a criação de uma nova linha de ônibus, ligando Volta Redonda ao Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro.

O prefeito de Volta Redonda Samuca Silva afirma que a ligação direta entre o município e o Aeroporto do Galeão já está disponível para a cidade. “Basta seguir com o processo de operacionalização”, explicou.

Delmo sugeriu ao prefeito alguns caminhos para facilitar a concretização das ideias apresentadas. Ele ofereceu, por exemplo, para conversar sobre a viagem de trem Volta Redonda-Vassouras com a MRS Logística, que já atua na região. E ainda sugeriu a realização de uma viagem piloto para avaliação e divulgação. Alertando que outras operadoras de transporte ferroviário podem se interessar pelo projeto.

A respeito da implantação do aeroporto, ficou acertado que a melhor forma seria procurar empresas interessadas em firmar uma Parceria Público Privada (PPP).

 

 

 

Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar