Prefeitura traça metas para o trabalho de prevenção às drogas em 2018

0

PORTO REAL

As ações de prevenção às drogas para serem desenvolvidas em Porto Real em 2018 foram apresentados na última segunda-feira, dia 18, em mais uma reunião realizada pela Secretaria Municipal de Ordem Pública em parceria com Coalizão Porto Real, no Horto Municipal. As metas para o próximo ano foram elaborada pela Coalizão foram baseadas a partir da pesquisa realizada sobre o uso de drogas no município, onde os alunos de todas as escolas de Porto Real, com idade entre 9 a 17 anos, responderam um questionário com 36 perguntas objetivas. Ao todo foram 1948 questionários respondidos pelos estudantes. O cálculo dos dados apresentados foi feito pela Associação Educacional Dom Bosco (AEDB), por meio do Centro de Pesquisa e Pós-graduação. “Já estão sendo propostos para o ano de 2018 estratégias como: ações de prevenção quanto aos malefícios do uso de bebidas em crianças e adolescentes; cursos de teatro, debates e seminários. Todas essas atividades serão desenvolvidas através de parcerias entre a Secretaria de Ordem Pública e a Coalizão Porto Real”, disse o secretário de Ordem Pública Elias Vargas, que reiterou a importância da comunidade no seguimento das ações da Coalizão e falou do papel que teve o prefeito Ailton Marques, na época ainda vereador, de trazer esse importante projeto para Porto Real. “Não poderia deixar de agradecer a cada um dos atores junto a esse processo tão complexo e tão importante que é o planejamento dessas ações de prevenção às drogas”, declarou.

Criação de coordenadoria

Uma das medidas anunciadas na reunião é a criação da Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas (COMPOD) com o objetivo de fortalecer os trabalhos de prevenção às drogas dentro do município com o apoio do Centro Regional de Prevenção às Drogas (CRPD), órgão do Consórcio do Intermunicipal de Segurança Pública, que tem sua sede em Porto Real.

Para o inspetor Rafael, presidente da Coalizão Porto Real, o apoio da população é fundamental. “Trabalhar a prevenção é um assunto complexo e requer participação efetiva da comunidade. Realizamos diversas ações de prevenção nesses últimos três anos em Porto Real”, destacou o inspetor,

De acordo com a presidente da Associação Pró-Coalizões Comunitárias Antidrogas Brasil, Eliane Prado Marcondes, o município já realizou o planejamento de todas as ações, bem como já tem traçado o caminho para a prevenção do uso de drogas na cidade. O próximo passo, segundo a presidente, é o desenvolvimento dessas ações, que são fundamentais para o progresso da Coalizão. Um dos principais trabalhos deve ser junto às crianças e adolescentes, desenvolvendo a metodologia da ONG CADCA (Coalizões Comunitárias Antidrogas da América), que surgiu em Washington, nos Estados Unidos. “A ONG trabalha com estratégias que visam a prevenção e redução dos índices do uso de drogas, sobretudo no que diz respeito ao publico de maior vulnerabilidades social, as crianças e adolescentes”, explicou.

Também participaram da reunião o subsecretário de Ordem Pública, Juan Pablo Almeida, a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Vanessa Miranda, que também é vice-presidente da Coalizão Porto Real e ainda representantes das Secretarias de Meio Ambiente, Saúde, Assistência Social, o Conselho Tutelar, Poder Judiciário, lideranças comunitárias e religiosas. Também marcaram presença o presidente da Coalizão Porto Real, inspetor Rafael (Policia Civil) e o responsável pela Coordenadoria Municipal de Politicas Públicas Sobre Drogas (COMPOD) de Barra Mansa e o CREAS de Quatis.

A próxima reunião da Coalizão Porto Real será dia 08 de janeiro às 14h na Secretaria Municipal de Ordem Pública.

error: Conteúdo protegido !