ONG AVAS promove Festa das Crianças carentes no próximo domingo – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeEspecialONG AVAS promove Festa das Crianças carentes no próximo domingo

ONG AVAS promove Festa das Crianças carentes no próximo domingo

ONG AVAS promove Festa das Crianças carentes no próximo domingo

RESENDE

Com o intuito de realizar um dos sonhos das 250 crianças de comunidades carentes da zona urbana e rural do município, a Organização Não Governamental (ONG) Associação Voluntária Amigos da Solidariedade (AVAS) promove, no próximo domingo, dia 17, a Festa de Natal das Crianças. Para isso, a diretoria está realizando uma campanha para arrecadar brinquedos, bolos confeitados prontos, doces e balas para montagem de “saquinhos de surpresas”, material para fazer cachorro quente, entre eles, carne moída, extrato de tomate, salsicha, tomate e cebola, refrigerantes, além de sapatos e até roupas. A festança para crianças de zero a 11 anos, acontece a partir das 14 horas, na sede da Associação, situada na Rua São Sebastião, 33, no bairro Paraíso.

Quem quiser contribuir para a Festa das Crianças pode entregar os donativos na sede da entidade ou ainda obter mais informações pelos telefones (24)99841-1885 ou 99992-2529.

Segundo a fundadora e presidente da AVAS, Ângela Campos, a Festa de Natal das Crianças é realizada há 37 anos, desde quando a instituição ainda não era formalizada oficialmente em cartório. “A festa começou a ser feita nas ruas do bairro Paraíso na década de 60 por meio da minha mãe Maria Aparecida Campos. A ideia era fazer um Natal diferente para as crianças de famílias carentes. Naquela época eu era jovem e já ajudava minha mãe na arrecadação de brinquedos para serem distribuídos para 50 crianças da comunidade carente da zona rural”, conta a presidente, relembrando que sua primeira incumbência para arrecadar brinquedos foi ir ao programa do radialista Odilon Farias, já falecido, e pedir a ajuda das pessoas. “A participação no programa do Odilon foi muito importante. Lembro que minha mãe conseguiu com um empresário que tinha uma fábrica de plásticos a doação de vários brinquedos. Como as bonecas vinham peladas, eu tive a ideia de fazer roupinhas para enfeitá-las. Foi aí que aprendi a costurar”, recorda.

Com o passar dos anos, o número de crianças foi crescendo e, atualmente, a ONG AVAS faz a festa de 250 pequeninos. “Graças a Deus, ao apoio de toda a nossa diretoria, voluntários e da ajuda das pessoas, estamos seguindo com a Festa de Natal. Nunca deixamos de fazer a comemoração natalina junto às crianças nesses anos todos. Já aconteceu de diminuirmos o número de crianças contempladas, mas nunca de realizarmos as festividades de natalina”, conta a presidente, destacando que a distribuição de brinquedos é feita para as crianças cujas famílias são inscritas na ONG. “Desta forma conseguimos ter um controle de todas as crianças que realmente precisam e de quanto vamos precisar arrecadar para fazer a festa”, completa.

Além da Festa de Natal das Crianças, a Associação, realizou, no último domingo, dia 10, a Festa dos Velhinhos do Asilo Lar São Vicente de Paula, localizado na cidade paulista de Queluz. Na oportunidade, 35 idosos com idades entre 62 a 97 anos e uma mulher de 33 anos, portadora de necessidade especial, se divertiram na festa que teve bolo, refrigerante, cachorro quente e ainda receberam presentes. “Toda a festa foi realizada com ajuda de voluntários. Conseguimos até alimentos não perecíveis, fraldas geriátricas, materiais de limpeza e de higiene pessoal para doarmos para o Asilo”, disse Ângela, que já ajudou o Asilo Nicolino Gulhot, em Resende por 25 anos.

DOAÇÕES

Para conseguir todas as doações, a ONG AVAs conta com a ajuda da diretoria e de voluntários que sensibilizados com a realização dos sonhos das crianças carentes não medem esforços para percorrerem o comércio e as residências em busca de doações. “Não medimos esforços para correr atrás de contribuições para realizarmos a Festa de Natal das Crianças. Para todo o lado que a gente vai, falamos sobre a festa e do que estamos precisando de donativos. Para se ter uma ideia, estamos desde setembro buscando ajuda com as pessoas”, conta a diretora de Eventos da AVAS, Vera Lúcia Taumaturgo, dizendo que também recorre a ajuda da família para adquirir brinquedos.

Já a relações públicas da AVAS, Sydméia Tavares, além de ajudar na divulgação de arrecadação da festa, este ano teve mais uma tarefa, a de conseguir realizar os pedidos de 18 crianças que escreveram cartinhas para o Papai Noel e enviaram para a ONG. Entre os pedidos estão bicicletas, bonecas, celular e tabletes. “Com a ajuda de Deus estas crianças que enviaram as cartinhas para a ONG vão receber seus pedidos feito ao Papai Noel. Foi difícil, porque teve gente que até zombou da gente dizendo para que dar um celular para uma criança”, disse Sydméia, revelando que a carta que mais emocionou foi de uma criança de oito anos, moradora da Fazenda da Barra, que pediu o celular para falar com sua mãe que trabalha o dia inteiro e ela não queria ficar com saudades.

ASSOCIAÇÃO VOLUNTÁRIA AMIGOS DA SOLIDARIEDADE

A ONG Associação Voluntária Amigos da Solidariedade (AVAS) foi criada há 37 anos, e tem como objetivo realizar eventos recreativos, sociais, educacionais e beneficentes, com o aporte de trabalho de uma equipe registrada e de voluntários, afim de promover a melhoria na qualidade de vida da base familiar. Dentro deste espírito humanitário, a AVAS trabalha atendendo famílias carentes de Resende e região das Agulhas Negras, além de municípios com o Sul de Minas Gerais. Além do empréstimo de materiais médico-hospitalares e ortopédicos, como cama hospitalar, colchão casca de ovo, cadeiras de rodas e higiênica, muletas, andadores e outros aparelhos, a ONG também faz doação de remédios, cestas básicas, leite, fraldas para bebê e geriátricas, brinquedos, móveis e eletrodomésticos. Além disso, a entidade também faz diversas campanhas durante todo o ano. Entre elas, a de material escolar, Dia das Mães nos asilos, fraldas geriátricas para doentes carentes, agasalhos para serem distribuídos em várias comunidades carentes e de alimentos não perecíveis. “Para alcançar nosso propósito, contamos com o auxílio e colaboração das pessoas e empresas. Além disso, contamos com a ajuda de voluntários que nos auxiliam na busca de donativos e na realização das campanhas”, explica Ângela Campos, que há oito anos registrou em cartório a AVAS que conta com uma diretoria formada por: Maria Ângela Campos   de Avellar, a Ângela Campos, na presidência; Maria Cristina Nunes de Avelar, primeira tesoureira; Adelino Gonçalves Sousa, segundo tesoureiro; Marcela Campos de Avellar, primeira secretaria; Vera Lúcia Campos, segunda secretaria; Vinicius M M de Rezende, diretor conselho fiscal; Vera Lúcia Rodrigues Thaumaturgo, diretora de eventos; Sérgio Luiz Almeida, diretor de esportes; Benino Tobio Fontenha, diretor supervisão e restauração de aparelhos, Marina Aparecida das Dores Fontenha, diretora de Cadastramento de Famílias e Sydméia Tavares, Relações Públicas.

A sede da entidade, sem fins lucrativos, fica na Rua São Sebastião, 33, no bairro Paraíso, em Resende.

Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar