O que há de especial na Sexta-feira 13?! – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeComportamentoO que há de especial na Sexta-feira 13?!

O que há de especial na Sexta-feira 13?!

Estigma tem origens na numerologia, na cultura cristã, na mitologia nórdica e mesmo em acontecimentos da Idade Média - Ilustração: Fábio Guimas

O que há de especial na Sexta-feira 13?!

Amanhã é sexta-feira 13. A segunda e última deste ano. Para muitos é considerado o dia mais amaldiçoado do calendário, supostamente quando tudo pode dar errado. Dia para se evitar passar por baixo de escadas, encontrar com o gato preto, quebrar espelhos e outras crendices do tipo. Mas o que realmente acontece em torno dessa data?

O estigma tem origens na numerologia, na cultura cristã, na mitologia nórdica e mesmo em acontecimentos da Idade Média. Há quem acredite, no entanto, que a superstição com a data é um fenômeno divulgado pela cultura pop a partir do século XX.

Há uma crença, impulsionada pelo livro ‘O Código Da Vinci’, de Dan Brown, de que, durante a Idade Média, um acontecimento serviu para perpetuar a superstição. No dia 13 de outubro de 1307, uma sexta-feira, os oficiais do rei Felipe IV da França realizaram prisões em massa, incomodado com o poder e a influência da Ordem dos Cavaleiros Templários (fundada durante as Cruzadas). Nos sete anos que se seguiram às prisões, centenas de templários sofreram torturas horríveis forçando ‘confissões’ de crimes como heresia, blasfêmia, obscenidades, e práticas homossexuais. Mais de cem morreram sob tortura ou foram condenados a queimar na fogueira, mas nenhuma dessas acusações foi provada.

De acordo com a corretora de imóveis, Valéria de Oliveira Nunes, a Bruxa Turmalina Negra, na numerologia, o número 13 significa inconstância, alternância entre o 1 e o 3, que são ‘rebeldes’, e o 4, soma entre os dois, mais ‘conservador’. No tarot, o arcano correspondente à carta 13 é ‘A Morte’. A numerologia cristã considera o 12 como um número completo (12 tribos de Israel e 12 discípulos). A adição de mais um, seria, então, um sinal de infortúnio.

De acordo com a Bruxa Turmalina Negra, esse é um dia de grande energia, momento de se fazer o bem, de falar sobre o amor e a saúde – Foto: Divulgação

“Muita gente tem medo ou estranhamento quando se trata da sexta-feira 13, afirmando que o número é do mal e enganam-se redondamente. O 13 é formado pelos números 1 e 3, segundo a nossa numerologia, ciência que estuda os números e sua influência sobre nossas vidas, o número 1 simboliza independência, coragem, originalidade, força, ambição, liderança, criatividade, ousadia, iniciativa, persistência, positividade. Já o número 3 simboliza autoconfiança, otimismo, comunicação, entusiasmo, sociabilidade, sentimento de leveza perante os desafios da vida. Portanto, os números 1 e 3 gostam de viver livremente, independentes e são autoconfiantes, não apreciam seguir regras, não gostam de ser mandados”, explica a bruxa, acrescentando que a soma do 13, ou seja, 1+3 = 4 que são de ideias opostas. “O número 4 simboliza estabilidade por meio de regras, planejamento, disciplina, organização e trabalho. É considerado um número tranquilo, calmo e com planejamento e praticidade em todo seu alcance. Então há muita divergência própria entre os números que gostam de se arriscar perante os desafios da vida, preferindo o novo. Para os ‘normais’ é dia de azar, para nós é uma energia melhor do que nos outros dias, é o momento de se fazer o bem, de se falar sobre o amor e a saúde”, destaca.

Sobre gato preto, escadas e quebrar espelhos, ela diz que isso não existe mau agouro em nada disso. “Nada disso existe, são só superstições, receio às pessoas tem desde os seus antepassado que sempre disseram que dia de sexta 13 não é boa. Nesta data é mais fácil lembrar-se das bruxas, com seus gatos, vassouras e verrugas. Aqui no Estado, existem bruxas e bruxos. São seguidores de tradições pagãs, reconhecidas como bruxaria, e da religião Wicca, que adéqua alguns desses rituais de bruxaria à realidade atual”.

Outras causas

Ainda existem algumas versões que justificam a má fama da data, uma delas ligada ao cristianismo. Em sua última ceia, que aconteceu em uma quinta-feira, Jesus teria se reunido com seus 12 discípulos, totalizando 13 pessoas na refeição. Entre eles, estava Judas, o traidor. Jesus morreu no dia seguinte, uma sexta-feira.

A tradição cristã ainda une o fato de seu líder ter morrido em uma sexta-feira ao fato de o livro do Apocalipse apontar o número 13 como a marca da besta, do anticristo. A imperfeição do número 13 também está ligada às inúmeras referências ao número 12 na Bíblia (12 tribos de Israel e 12 discípulos), sendo assim, o número 13 destoaria do projeto de Deus. Há uma linha teórica que afirma que Adão e Eva comeram o fruto proibido em uma sexta-feira e que Caim teria matado Abel nesse mesmo dia da semana.

Outra possibilidade de explicação para o ‘terror’ que envolve a sexta-feira 13 está relacionada com a mitologia. Segundo uma história de origem nórdica, o deus Odin teria realizado um banquete e convidou outras doze divindades. Loki, deus da discórdia e do fogo, que não teria sido convidado para reunião, ao ficar sabendo do banquete, armou uma confusão que terminou na morte de um dos convidados. Diz a superstição que um encontro com 13 pessoas sempre termina em tragédia.

A deusa da fertilidade Frigga, esposa de Odin, também teria relação com a sexta-feira 13, segundo outra hipótese. Para forçar a conversão dos bárbaros, a Igreja Católica teria ‘demonizado’ Frigga. Segundo a lenda, ela, o demônio e outras onze bruxas saíam toda sexta-feira para rogar pragas contra a humanidade.

A origem da sexta-feira 13 também tem explicações na História, mais especificamente na monarquia francesa. O rei Felipe IV sentiu seu poder ameaçado pela influência exercida pela Igreja dentro de seu país. Na tentativa de contornar a situação, ele tentou filiar-se à prestigiada ordem religiosa dos Cavaleiros Templários, mas foi recusado. Com raiva, o rei teria ordenado a perseguição dos templários em uma sexta-feira, 13 de outubro de 1307.

O que as pessoas pensam

A estudante Luanna Gomes, tem algumas superstições, na data, ela não faz uma série de coisas. “Desde quando a minha avó falou que não era para eu não ficar na rua porque isso atraia coisa ruim, não falo palavrão e não assisto filmes de terror. Acredito muito nisso, ainda mais vindo dos antigos né? Não que eu acredite em que se eu fizer algo de errado, vão puxar meu pé à noite, mas é bom evitar essas coisas, para evitar trazer algo negativo. Não é que tenha uma energia diferente, mas quando você acredita que se fizer algo e isso possa atrair para ti, sua consciência acaba criando algo, isso vai muito pela crença. Se você acredita, é bom não fazer, evitar”, explica a estudante.

A técnica de enfermagem Ana Paula Araújo também tem superstições desde criança por influência de familiares mais velhos. “Meus avós e meus pais me passaram essa ideia, e cresci com isso. Não gosto de gatos pretos, passar debaixo de escadas ou ainda de quebrar espelhos, mas isso não é só na sexta-feira 13 e sim no cotidiano”.

Já a dona de casa Maria das Dores não acredita em nada disso. “Confio em Deus, o que tiver de acontecer, vai acontecer. Nada disso faz sentido para mim”, destaca.

Treze fatos sobre a sexta-feira 13

Dia do azar, dia para não sair de casa e não tomar decisões importantes. As lendas e fama de mau-agouro desta data acompanham as pessoas supersticiosas há séculos e só neste ano de 2009 tivemos três sextas-feiras 13 (uma em fevereiro, uma em março e hoje). Não se sabe ao certo o porquê da maldição deste dia, mas existem muitas histórias cercando a data e você pode conferir algumas abaixo:

1) Se você tem medo desta data, prepare-se. Nos próximos 15 anos teremos 32 sextas-feiras 13.

2) Para os cristãos o número 13 é amaldiçoado por este ser o número de pessoas na última ceia de Cristo e o 13º apóstolo (Judas) ter sido o traidor. O escritor Mark Twain foi também o 13º convidado de um banquete e quando abordado se isso lhe trouxe mau-agouro, simplesmente respondeu: “sim, porque só haviam 12 pratos de comida”.

3) Para os romanos o número 13 significava morte, destruição e azar. Para a mitologia nórdica, em um banquete com 12 convidados, o deus Loki surgiu sem ser convidado e acabou causando a morte de Balder, e o número ganhou sua má-fama.

4) Ainda nos nórdicos, a sexta-feira foi batizada em louvor à deusa do amor e da beleza Frigga (daí as palavras friggadag e por consequência friday em inglês). Com a conversão destes países ao cristianismo, a deusa foi transformada pelos padres em bruxa e a lenda que se espalhou é que por vingança ela se reunia com outras 11 feiticeiras e o demônio, logo 13 à mesa, em seu dia.

5) Na numerologia, o número 12 representa algo completo (12 meses no ano, 12 apóstolos de Cristo, 12 deuses do Olimpo, 12 tribos de Israel, 12 horas no relógio), enquanto o 13 é uma transgressão a essa plenitude.

6) A sexta-feira é considerada maldita desde o século 14 com a obra Os Contos de Canterbury. Já a sexta-feira negra foi como o crash da bolsa de New York em 1929 ficou conhecido.

7) O medo da sexta-feira 13 se chama paraskevidekatriafobia, que se origina do grego Paraskeví (sexta-feira) e dekatreís (13).

8) Foi em uma sexta-feira, 13 de dezembro de 1968, que o governo militar decretou o AI-5 e trouxe azar para muita gente.

9) A Apollo 13 foi lançada às 13h13min, numa data cuja soma é 13 (11/04/70) e o acidente ocorreu em 13 de abril. Acontece que a tripulação teve a sorte de voltar viva para a Terra.

10) Fidel Castro nasceu numa sexta-feira 13 de agosto de 1926 e está aí até hoje dando dor de cabeça aos americanos. O famoso bandido Butch Cassidy nasceu num 13 de abril de 1866 e virou filme.

11) Nos Estados Unidos muitos hospitais e hotéis não possuem o 13º andar e algumas companhias aéreas não têm a 13ª fileira. Já na França, quando existem 13 pessoas a uma mesa, elas podem contratar um 14ª convidado profissional.

12) Segundo matéria da revista National Geographic de 2004, nos Estados Unidos cerca de 900 milhões de dólares são perdidos nas sextas-feiras 13, justamente devido às pessoas que se recusam a fazer qualquer tipo de negócio nesta data.

13) Número de mortes na série de filmes Sexta-feira 13: 192

Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar