Missões está no coração de Deus – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeA Voz Evangélica - Pr. Gerson CostaMissões está no coração de Deus

Missões está no coração de Deus

Missões está no coração de Deus

“Não dizeis vós que, ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos, e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa” (João 4: 35).

Missões está no coração de Deus e em nosso coração também. As denominações evangélicas estão envolvidas com missões nacionais e estrangeiras. Cumprindo assim a ordenança de Jesus Cristo de ir e pregar o evangelho. O diferencial de tudo que se faz, especialmente em missões é a visão. Havia uma empresa de sapatos que mandou um vendedor para um país da África e este vendedor voltou dizendo que não foi possível fazer o trabalho, por que lá ninguém usava sapatos. Contudo outro vendedor foi enviado e este, ao ver aquele povo descalço exclamou: ‘todos precisam de sapatos’ e vendeu como nunca ao ponto de criar uma grande empresa ali. –A diferença toda está na forma como olhamos as coisas, pessoas e situações, Jesus tinha um olhar missionário. Tudo ele via com a ótica divina. Ele havia pregado para uma mulher na beira do poço. Ele viu o potencial missionário daquela Samaritana. Logo em seguida à declaração de Jesus para erguerem os olhos, aconteceu um avivamento em Samaria. Aquela mulher tinha trazido toda a cidade para ouvir de Jesus, então aconteceu uma enorme colheita, um avivamento.
-Como devemos olhar a missão? – Vamos entender a partir deste texto como deve ser nossa visão missionária:
* Perceber a necessidade das pessoas. No versículo 31, Jesus pediu água para a samaritana e após beber seus discípulos chegaram oferecendo comida, mas não é o que queria. Certamente Jesus estava tão ocupado que não tinha tempo nem para comer. Jesus disse-lhes: “Minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra”( João 4:34). O que aprendemos aqui é que às vezes queremos que as pessoas queiram o que queremos na hora na hora que queremos, mas o importante não é nem mesmo o que as pessoas querem vê, ouvir e sentir e sim o que necessitam. Jesus tinha o olhar fito nas necessidades profundas das pessoas e não em suas vontades.
* Vontade de ganhar almas. – Jesus compara sua missão como um alimento que satisfaz a vida. Verdadeiramente quem tem vontade de ganhar almas vive a maior satisfação. Isto é paixão missionária, um amor tão grande que priorizamos acima de nosso próprio alimento. Após ter a experiência de conhecer a Jesus, todos os cristãos deve ter a experiência de levar alguém a conhecer Jesus.
* Ter discernimento. – Jesus fez a pergunta sobre o tempo da ceifa, porque queria que refletissem que a colheita espiritual já estava pronta, só faltavam trabalhadores.
* Ter olhos erguidos para Deus e esperar a recompensa. – Muitas pessoas não tem discernimento do momento de receber a colheita de Deus para suas vidas por que andam de cabeça baixa e não buscam o discernimento do momento que estão vivendo. Certamente quem planta espera colher. A Colheita é a recompensa. Contudo em se tratando de missão esta recompensa é para a vida eterna. Por isso o semeador não espera no homem e sim no Senhor da Seara. Almas são sementes que se plantam na terra e que brotam na Igreja e se colhe no céu.
* Alegria em servir. – Realmente sem alegria não temos força para fazer nada porque “A alegria do Senhor é a nossa força” (Neemias 8:10).- Ao colher o ceifeiro deve ter alegria que compartilhar seus frutos com outras pessoas. Não podemos pensar que as almas são somente nossas, precisamos repartir esta alegria com alguém. Por que até os anjos no céu se alegram por causa de um só pecador que se arrepende ( Lucas 15;10).
Busquemos a visão Missionária de Jesus Cristo! “Ergam os olhos”.

# COLUNISTA: Reverendo Gerson Costa- Ministro Jubilado da Igreja Metodista Wesleyana- Pastor/ Conferencista e Cantor evangélico- Contato com esta coluna: [email protected]/#

Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar