Jesus, a imagem do Deus invisível – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomePalavras da Verdade - Pr. José EdsonJesus, a imagem do Deus invisível

Jesus, a imagem do Deus invisível

Jesus, a imagem do Deus invisível

1 Ora ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus, seja honra e glória para todo o sempre! Amém. Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados. O qual (Jesus) é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação. (I Tm 1.17) Porque nele foram criadas todas as coisas que há, nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades: tudo foi criado por ele e para ele. (Colosensses 1.15). O apostolo Paulo foi grandemente inspirado quando escreveu sobre a grandeza do Senhor Jesus. Realmente poucos sabem a respeito da divindade do Jesus Homem. Simplesmente porque ele veio ao mundo em forma humana, se humilhou, serviu aos homens curando as suas enfermidades, libertando das prisões espirituais e pobreza de espírito, trazendo as riquezas da Sua graça pelo Seu evangelho. Jesus nasceu e viveu como todos nós, mas era O Deus que criou todas as coisas e nada do que foi feito, foi feito sem ele. É difícil compreender este glorioso mistério da encarnação de Jesus de Nazaré. Na verdade, foi necessário o Emanuel, o Deus entre nós se fazer humano, para que sentisse o que sentimos e viver como vivemos; nossas fraquezas, pensamentos, inclinações, tentações. Diz a bíblia que: Em todo, Jesus foi tentado, mas sem pecado. (hebreus 4.15). No céu, Jesus é adorado e servido pelos anjos. Estava junto ao Seu Pai. Mas a trindade viu a opressão, sofrimento, e escuridão espiritual da humanidade e teve compaixão de nós. E se dispôs a vir resgatar-nos da maldição e da morte eterna. O apostolo Pedro escrevendo a todos os cristãos em todo o mundo. Ele disse: Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: graça e paz vos sejam multiplicadas. (I Pe 1.2). Mas, tudo isto custou a Jesus, um alto preço, sua morte de martírio na cruz do Calvário. Ele mudou o calendário do mundo dividiu a terra e os povos e as famílias. Ele disse que haveria divisão de comportamento, de pensamento entre os familiares dos que se decidiram entregar sua vida a Jesus, enfrentarão resistência e contendas. Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. Porque, eu vim pôr em dissensão o homem contra seu pai, e a filha contra sua mãe, e a nora contra sua sogra. E, assim, os inimigos do homem serão os seus familiares. (Lucas 12.53)

Quem ama o pai ou a mãe, mais do que a mim, não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha, mais do que a mim, não é digno de mim. E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim. Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á. (Mt 10.32-42). Jesus está mostrando que quando uma pessoa entrega sua vida a ele, essa vida é só dele, deve ama-lo sobre todas as coisas. Ele não aceita dividir esse amor com ninguém nem com coisas deste mundo. Paulo também mostra que Jesus é a imagem do Deus invisível. Quando Filipe pediu a Jesus para ver o Pai Jesus replicou: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? quem me vê a mim vê o Pai: e como dizes tu: Mostra-nos o Pai? Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras. Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim: crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras. (João 14.9-11). É importante saber que Jesus é O único caminho ao Pai. Também que debaixo do céu não há outro nome que possa te salvar. Foi o único que veio do céu até nós para que possamos ir até Ele. (Atos 4.12; João 16.28).

Pr José Edson Assembleia de Deus

Avenida Presidente Kennedy 1.502 – Ano Bom – BM- RJ

Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar