Família da universitária Anna Clara Guizzi faz campanha para custear tratamento nos Estados Unidos – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeCidadesFamília da universitária Anna Clara Guizzi faz campanha para custear tratamento nos Estados Unidos

Família da universitária Anna Clara Guizzi faz campanha para custear tratamento nos Estados Unidos

Anna Clara Guizzi sofreu um AVC durante viagem de lazer em Las Vegas - Fotos: Redes Sociais

Família da universitária Anna Clara Guizzi faz campanha para custear tratamento nos Estados Unidos

RESENDE

Uma viagem de lazer aos Estados Unidos terminou num grande susto para a família da jovem Anna Clara Guizzi, 20 anos, natural de Itatiaia e residente em Resende. Em Las Vegas, num passeio com namorado e familiares desde o dia 6 de março, a jovem universitária que cursa Direito na Universidade Estácio de Sá, em Resende, apresentou sintomas de resfriado e procurou atendimento médico, fato ocorrido entre os dias 29 e 30, pois ela começou a sentir também dormência nas mãos e pés. Durante os primeiros atendimentos os médicos acreditavam tratar de algo relacionado a labirintite, devido ao frio norte-americano. Mas, logo a equipe médica do Hospital Sunrice identificou o problema relacionado ao sistema psicomotor e a submeteu a novos exames. No dia 30, por volta das 16 horas nos EUA e 20 horas no horário de Brasília, uma tomografia computadorizada identificou que Anna Clara Guizzi teve um vaso rompido no cerebelo, o que havia provocado uma hemorragia. No dia seguinte, os médicos confirmaram o diagnóstico de angioma.

Devido ao Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico, em decorrência do angioma, a família está batalhando pelo tratamento da jovem, que segue internada com quadro estável nos Estados Unidos. Eles solicitam a ajuda de toda a sociedade para que possam realizar doação em dinheiro e, assim, cobrir as despesas do tratamento.

Anna Clara Guizzi, 20 anos, é universitária de Direito, na Universidade Estácio de Sá, em Resende

Pela internet, o namorado da jovem, Marco Antonio Mato Alves criou nesta segunda-feira, dia 2, uma campanha de arrecadação de recursos através do site “Vakinha”. O objetivo é arrecadar R$ 160 mil, mas até o momento do fechamento desta reportagem os familiares haviam angariado quase R$ 7 mil – equivalente a pouco mais de 4,3% do valor total necessário.

O pai da jovem, José Ademir Pereira Guizzi, conhecido como Branco Guizzi, servidor da Prefeitura de Itatiaia, fez um apelo através do A VOZ DA CIDADE. “Desejo que toda a população possa auxiliar minha filha, não custa nada a ajudar seja com R$ 1 e até mesmo com oração. Estou muito abalado, sob efeito de medicamentos, aflito com tudo isso. Durante a viagem ela começou a tremer um olho e depois um braço, foi socorrida para Las Vegas onde foi diagnosticada com AVC hemorrágico”, conta o pai da jovem, que tem outros dois irmãos, Maria Eduarda e Pedro Fernando.

DOAÇÃO

No site, Marco Antonio Alves informa que a família realizou o seguro de viagem, mas com cobertura de gastos de até 15 mil dólares, ou seja, restam 45 mil dólares a serem pagos. “Um pouco de cada um ajuda muito para a saúde e melhora dela. Ajude a aliviar esse pesadelo que estamos vivendo, para essa menina de coração enorme e uma felicidade imensa que está apenas no início de sua vida e ainda irá ter muitos momentos bons!”, informa Marco Antônio.

Para contribuir é simples, basta acessar o link www.vakinha.com.br/vaquinha/tratamento-annaclaraguizzi/contribua. O colaborador deve informar seus dados como nome, e-mail, data de nascimento, número do celular, CPF e indicar o valor, informando a seguir o meio de pagamento: boleto ou cartão de crédito. O procedimento será confirmado após autenticação de acesso, clicando no botão “contribuir”.

A paciente segue internada no Hospital Sunrice, em Los Angeles – Divulgação

Segundo relato do tio da jovem, Valfredo Carvalho, o quadro dela é estável. “Se recupera bem, os movimentos estão voltando aos poucos. A Anna Clara esta em observação e não tem sangramento. A princípio, a viagem de retorno seria dia 5 de abril. Porém, a família agora aguarda o laudo do médico”, finaliza.

Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar