Deputado comemora primeiro aporte de recursos ao fundo de segurança – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomePolíticaDeputado comemora primeiro aporte de recursos ao fundo de segurança

Deputado comemora primeiro aporte de recursos ao fundo de segurança

Fundo foi criado em 2017 quando Christino Áureo estava à frente da Secretaria de Estado da Casa Civil - Divulgação

Deputado comemora primeiro aporte de recursos ao fundo de segurança

ESTADO

O primeiro aporte de recursos foi repassado pelo Governo do Estado para o Fundo Estadual de Investimento e Ações de Segurança Pública (Fised) nessa semana. O fundo foi criado por lei em 2017 quando o atual deputado estadual Christino Áureo estava à frente da Secretaria de Estado da Casa Civil. Foram repassados R$ 90 milhões para serem aplicados em programas e projetos nas áreas de segurança pública, prevenção à violência e desenvolvimento social. O dinheiro é  obtido de royalties da exploração de petróleo e gás em áreas do pré-sal.

Christino Áureo disse que o Fised é uma garantia de recursos para a segurança pública em tempos de crise. “Quando criamos o Fundo, tínhamos exatamente o objetivo de destinar recursos para uma área tão importante para a nossa sociedade. Pastas como educação e saúde possuem verbas garantidas pela Constituição, mas a segurança não possuía nenhuma legislação que destinasse recursos obrigatórios. Com a Lei Nº 3478/2017, estamos garantido investimentos para esta área. Parte da receita de royalties de petróleo do pré-sal será destinada ao Fundo e a expectativa é de que os recursos adicionais cheguem a mais de R$ 200 milhões este ano”, avaliou o deputado.
Do valor de R$ 90 milhões repassados, R$ 70 milhões serão para a Secretaria de Segurança para garantir mais policiais nas ruas, adquirir equipamentos e arcar com despesas contratuais e de manutenção. Só para o pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS), até setembro, serão R$ 34 milhões, o que permitirá que mais 1,5 mil policiais trabalhem diariamente nas ruas. Os recursos servirão ainda para a compra de armamento para a PM (R$ 5 milhões); aquisição de equipamentos para a polícia técnica (R$ 1,6 milhão); para saldar passivos (R$ 10 milhões); e para custear despesas de conservação dos prédios dos órgãos de segurança (R$ 19 milhões).

Os outros R$ 23 milhões serão usados em ações de assistência social. Serão R$ 14 milhões para o pagamento de dívida acumulada, de 2016 e 2017, com 121 instituições conveniadas à Fundação para a Infância e Adolescência (FIA/RJ). O restante dos recursos será empregado para saldar débitos da própria Secretaria estadual de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social, com ações voltadas à manutenção de abrigos próprios e privados e, ainda, ao repasse a municípios. O pagamento para essas instituições está previsto para este mês de agosto.

A previsão é que os repasses aconteçam a cada três meses. Essa parcela foi referente ao primeiro quadrimestre de 2018.

 

 

Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar