Com R$ 1 milhão do Estado, Samuca anuncia retomada de obras de arena esportiva – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeCidadesCom R$ 1 milhão do Estado, Samuca anuncia retomada de obras de arena esportiva

Com R$ 1 milhão do Estado, Samuca anuncia retomada de obras de arena esportiva

Anúncio foi feito durante visita do deputado estadual Christino Áureo ao complexo esportivo - Foto: Fábio Guimas

Com R$ 1 milhão do Estado, Samuca anuncia retomada de obras de arena esportiva

VOLTA REDONDA

O prefeito Samuca Silva (Podemos) anunciou no fim da manhã desta segunda-feira, dia 11, a retomada das obras da Arena Esportiva de Volta Redonda, que fica no bairro Voldac. O anúncio foi feito durante visita do deputado estadual Christino Áureo (PP), ex-secretário de Estado da Casa Civil, ao complexo esportivo. Os trabalhos retornam após dois anos de paralisação e com a liberação de uma verba de R$ 1 milhão do estado, enquanto Christino ainda era secretário estadual. A previsão é que a arena seja inaugurada até dezembro deste ano.

Segundo Samuca, o dinheiro já está na conta da prefeitura, assim como outros R$ 2 milhões obtidos através de emendas federais. O prefeito revelou que desses R$ 3 milhões, estima que R$ 1 milhão sobrará para investimentos em outras áreas do esporte de Volta Redonda. “Na verdade, Volta Redonda tem hoje R$ 3 milhões para terminar a obra. Com dois milhões nós terminamos e equipamos a arena. O terceiro milhão está no Ministério do Esporte, que estamos tentando readequar para outra área que não é a arena, mas também do esporte”, destacou Samuca.

O deputado Christino Áureo explicou que o dinheiro para a finalização da obra em Volta Redonda vem graças ao regime de recuperação fiscal do estado que possibilitou a retomada do programa “Somando Forças”. “Nós já apontávamos que com a adesão ao regime de recuperação fiscal haveriam benefícios para o estado. O primeiro foi colocar em dia a folha de pagamento do servidor, que foi o que aconteceu na virada de 2017 para 2018, inclusive com o pagamento do 13º salário. O segundo é que começa a se ter recurso para aportar em investimento, como é o caso aqui de Volta Redonda que estava com esta obra da arena parada”, frisou Christino, lembrando que o recurso foi conseguido através de sua articulação ainda como secretário da Casa Civil.

Samuca destacou que a ideia é dar funcionalidade ao espaço, que por muito tempo ficou fechado e sem uso para a população. “Vamos manter o previsto no projeto original, que prevê a implantação de uma clínica odontológica aqui neste espaço. A nossa ideia é dar funcionalidade à arena tão logo que as obras estejam concluídas. Estamos inclusive negociando com federações, de atletismo e de outros esportes, para que Volta Redonda seja sede dessas entidades no Rio de Janeiro. A Secretaria de Esporte e Lazer também está em processo de estudo para podermos fazer adaptações para que o local receba eventos de futebol americano, rúgbi, beisebol. Tudo para que esse espaço não seja ocioso”, revelou o prefeito, dizendo que Volta Redonda tem um grande potencial para o esporte além do futebol.

“Volta Redonda tem um grande potencial para o esporte e talentos gigantescos além do futebol. Tenho certeza que com este equipamento vamos ter ainda mais talentos saindo daqui”, finalizou.

Christino também comentou que acredita que com o investimento a região possa crescer no esporte. “Fica mais fácil para o estado incentivar atividades aqui, junto com a prefeitura. O que falta é capacidade para investir no esporte amador. E as vezes é necessário a busca por parcerias, mas é muito difícil. Tendo a infraestrutura, fica mais fácil aportar recursos para Volta Redonda e todo o Médio Paraíba e Sul Fluminense”, finalizou.

A OBRA

A construção da arena esportiva é uma parceria da prefeitura com o Governo do Estado, por meio do programa Somando Forças. Com um investimento de aproximadamente R$ 18 milhões, a ideia inicial era de que o local servisse como ponto de treinamento para equipes que disputariam as Olimpíadas de 2016 e abrigasse as seguintes modalidades: pista de atletismo oficial, salto em altura, salto triplo, arremesso de peso, salto com vara, e lançamentos de dardos, de disco e de martelo. As arquibancadas possuem capacidade para 2,2 mil pessoas.

De acordo com o gerente do Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP), responsável pelos convênios da prefeitura, Silvio Gomide, não houve danos aos materiais apesar do tempo inativo. Ele destacou que a previsão é de que a obra seja executada em etapas. “Estamos privilegiando esses recursos para dar funcionalidade à obra, colocando o espaço para o uso da população, deixando de ser um ‘elefante branco’. Esse é um desejo do prefeito Samuca. Por exemplo, a parte de iluminação, que é mais cara, ainda não será feita nesta etapa então não poderá ter eventos na parte da noite”, informou Gomide.

JOGOS ESTUDANTIS

Apesar de ainda estar em construção, em 2015, o local chegou a sediar uma etapa de atletismo dos Jogos Estudantis de Volta Redonda (Jevre), com a participação de cerca de 1,2 mil alunos de 7 a 17 anos, da rede pública e particular. Os atletas competiram nas modalidades corrida de 50 e 75 metros e revezamento, salto em altura, salto em distância e lançamento de pelota.

Classifique essa Notícia
Comentários
  • Pagar a primeira do 13º como é feito a 20 anos ninguém quer. Pagar o PCCS para os Servidores que entraram depois de 2011 ninguém quer. Pagar os compromissos com os funcionários ninguém quer.

    Prefeito hipócrita.

    09/07/2018

Comentar