Campanha ‘Tchau Sarampo, Tchau Pólio’ é prorrogada até o dia 22 – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeCidadesCampanha ‘Tchau Sarampo, Tchau Pólio’ é prorrogada até o dia 22

Campanha ‘Tchau Sarampo, Tchau Pólio’ é prorrogada até o dia 22

Todas as crianças de um ano a cinco anos incompletos devem se vacinar, mesmo que já tenham duas doses da vacina - Divulgação

Campanha ‘Tchau Sarampo, Tchau Pólio’ é prorrogada até o dia 22

SUL FLUMINENSE

A Secretaria de Saúde lançou na quinta-feira, dia 12, a campanha “Tchau Sarampo, Tchau Pólio”, que tem o objetivo de reforçar a necessidade da vacinação durante a infância e prorrogar a imunização contra as duas doenças no Estado do Rio de Janeiro. As crianças entre um ano e menores de cinco anos terão até o sábado, dia 22, para serem imunizadas contra a poliomielite e o sarampo. Nesta data, o Estado, em parceria com os municípios que não atingiram a meta de cobertura, vai promover um novo Dia D. Segundo dados do Ministério da Saúde, 49 municípios do Rio de Janeiro não atingiram a meta de vacinar, pelo menos, 95% das crianças.

Segundo informações obtidas pelo A VOZ DA CIDADE, na região Sul Fluminense, os municípios que estão com a cobertura vacinal abaixo de 95% são: Angra dos Reis, Barra do Piraí, Mangaratiba, Mendes, Paraíba do Sul, Paty do Alferes, Quatis, Rio das Flores e Volta Redonda.

Até a última quarta-feira, dia 12, durante a campanha nacional, a cobertura no estado era de 79% contra a poliomielite e de 80% contra o sarampo. O objetivo é que 95% do público-alvo esteja imunizado. Todas as crianças de um ano a cinco anos incompletos devem se vacinar, mesmo que já tenham duas doses da vacina.

Durante o Dia D, a Secretaria de Saúde vai contar também com a parceria do Corpo de Bombeiros, que abrirá alguns dos quartéis para ajudar na imunização.

A vacina contra a poliomielite é segura e protege contra os dois sorotipos do poliovírus 1 e 3. A vacina não tem contraindicações e é recomendada, até mesmo, para as crianças que estejam com tosse, gripe, coriza, rinite ou diarreia. De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil está livre da poliomielite desde 1990, portanto é fundamental que a população procure a vacina. Já a proteção contra o sarampo faz parte das vacinas Tríplice Viral e Tetra Viral, disponíveis conforme calendário de vacinação do Ministério da Saúde para crianças entre 12 e 15 meses.

ANGRA DOS REIS

Até o momento, 6.800 crianças receberam a vacina contra o sarampo e pólio no município, o que corresponde a 68 % do público-alvo. Segundo informou a prefeitura, para aumentar esse número acontece mais um Dia D neste sábado, quando unidades de saúde em todos os distritos estarão abertas das 9 às 16 horas para imunizar a criançada.

VOLTA REDONDA

Em Volta Redonda, a Secretaria Municipal de saúde (SMS) já imunizou, desde o dia 6 de agosto, início do período de intensificação das vacinas, quase 9.300 crianças, ou seja 75% do público alvo, calculado pela Secretaria de Estado de Saúde em 12.158.

Segundo informou o secretário Municipal de Saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, todas as 44 unidades da Atenção Básica em Volta Redonda disponibilizam as doses. “Os pais devem procurar o posto de vacinação mais próximo de casa munidos do Cartão de Vacinação da criança. O horário de funcionamento das unidades é das 8 horas às 17 horas. O público alvo da campanha inclui crianças de um a quatro anos de idade”, disse o secretário, completando: “Assim, Volta Redonda faz sua parte para que a pólio e o sarampo continuem sob controle no país”, destacou Alfredo.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Volta Redonda, Milene Paula de Souza, também falou sobre a importância da vacina. Segundo ela, a campanha de intensificação amplia a cobertura vacinal e esta é a única maneira de evitar que doenças já sob controle no país voltem a aparecer. Disse ainda que é bom alertar que todas as crianças na faixa etária da campanha devem ser levadas às unidades de saúde, estando ou não com o Cartão de Vacinação em dia. Ressaltou que é o chamado de campanha indiscriminada com o objetivo de reduzir o risco da reintrodução destas doenças no país.

QUATIS

O último balanço da Secretaria de Saúde de Quatis sobre o número de crianças do município imunizadas durante a campanha de vacinação, apurado até a última terça-feira, dia 11, revelou que o município está próximo de atingir a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde que é de 95%. Até a data, um total de 617 crianças tinham sido vacinados contra a paralisia infantil. Já o número de crianças imunizadas contra o sarampo alcançou até o começo desta semana o percentual de 93,98% do público-alvo (640 contra 681 crianças no mesmo segmento de idade).

“Os números relacionados à campanha nacional de vacinação em Quatis mostram que a nossa cidade está próxima de alcançar a meta estabelecida para todos os municípios. Falta muito pouco, motivo pelo qual faço um apelo aos pais ou responsáveis cujas crianças ainda não foram imunizadas para que levem seus filhos à unidade médica mais próxima, ainda nesta semana”, convocou a secretária de Saúde, Ana Lúcia Nogueira Galvão.

Por idade, os percentuais alcançados na cidade de Quatis pela vacinação contra a paralisia infantil até a tarde desta terça-feira foram os seguintes: um ano (117,27%  desta faixa etária); 73,51% (dois anos); 96,27% (três anos) e 94,92% (quatro anos incompletos). Com relação ao sarampo, a Secretaria Municipal de Saúde vacinou os índices de 117,275 (um ano); 74,05% (dois anos); 96,11% (três anos) e 94,35% (quatro anos incompletos).

Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar