Aniversário de 64 anos de Volta Redonda – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeEspecialAniversário de 64 anos de Volta Redonda

Aniversário de 64 anos de Volta Redonda

Volta Redonda foi escolhida por ser um dos principais polos econômicos do país - Foto: Divulgação

Aniversário de 64 anos de Volta Redonda

Saae-VR entrega duas obras à população na tarde de hoje

Melhorias foram realizadas na estação elevatória de esgoto João Batista Teixeira de Abreu, na Rua 207; e na estação elevatória de água potável do Açude

Diretor executivo do Saae-VR, Zeca fala sobre melhorias e novidades – Foto: Divulgação

Em entrevista ao A VOZ DA CIDADE, o diretor executivo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae-VR), José Geraldo Santos, o Zeca, falou sobre a sobrevivência do órgão, das novidades a serem apresentadas, hoje, no aniversário de 64 anos de emancipação da cidade, além das ações que estão sendo desenvolvidas na atual administração. Ele informou que o órgão irá fazer duas inaugurações nesta terça-feira, sendo uma para o tratamento de esgoto e a outra no tratamento de água. Para às 14 horas está marcada a entrega à população da Estação Elevatória de Esgoto João Batista Teixeira de Abreu, na rotatória da Rua 207. Já às 15 horas será inaugurada a ampliação e reforma da Estação Elevatória de Água Potável Hélio Nunes de Moraes, no bairro Açude.

O diretor explicou que a Elevatória da Rua 207 vai receber diariamente os despejos de esgoto dos bairros Conforto, São Lucas, São Cristóvão, Minerlândia, Morada da Granja e Eucaliptal, que serão encaminhados para tratamento na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Eng. Gil Portugal, no bairro Vila Santa Cecília. Zeca frisou que a obra, realizada com recursos do Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano (Fecam) da Secretaria de Estado do Ambiente (SEA), que amplia o tratamento de esgoto da cidade, possibilita o recebimento de recursos financeiros do Programa de Despoluição de Bacias Hidrográficas (Prodes), gerenciado pela Agência Nacional de Águas.

FUTURAS OBRAS

Ainda de acordo com o diretor, Volta Redonda poderá receber cerca de 5,5 milhões para serem utilizados em futuras obras de saneamento. Disse também que a ampliação do serviço de saneamento básico significa melhoria da qualidade de vida do cidadão e também preservação do meio ambiente. Garantiu. Esclareceu que é com esse objetivo que o Saae-VR trabalha diariamente.

Já em relação ao bairro Açude, segundo o diretor, vai receber a elevatória de água potável ampliada e reformada. Disse que a obra vai gerar melhoria no abastecimento de água do bairro, beneficiando cerca de 15 mil moradores. Ele informou que o investimento nesta obra foi da ordem de R$ 1 milhão de recursos próprios do Saae-VR e que também está prevista para o bairro a construção de mais um reservatório com capacidade de 1,5 milhão de litros.

MUITAS DIFICULDADES

Com relação ao órgão, Zeca destacou que como todo setor público possui muitas dificuldades, entretanto a administração atual está buscando maneiras de superá-las. Lembrou que conseguiu realizar o concurso

público no final de 2017 com objetivo de renovar o quadro, 45 vagas, já trabalhando, principalmente operacional. “Fizemos o plano de demissão voluntária dos aposentados que os que aderiram tiveram incentivos para aderir. Foram cerca de 32 pessoas que aderiram. Isso trará aos cofres do Saae cerca de R$2 milhões de economia até o final deste governo”, informou.

Segundo lembrou o diretor, em sua gestão foi criada a lei que regula os direitos e deveres dos funcionários do Saae que até então eram regidos por Resolução extremamente frágil e também para atender o Tribunal de Contas. O Saae, ainda segundo ele, até então já realizou entre pequenas, médias e grandes obras de rede de água e esgoto cerca de mais de 50 obras. “Podemos destacar o Açude que iremos inaugurar e também a obra de rede de água de três poços cerca de 4 milímetros de redes que será inaugurada em setembro. Também já foi inaugurada a rede de água, na terra vermelha, na Estrada União. Podemos citar também investimentos conseguidos por convênios como Funasa já licitado e início imediato, rede de água para núcleo Santa Barbara no Roma 4 km, e também Agevap recurso para tratar esgoto do Córrego dos Peixes em Santa Rita do Zarur. Esse investimento de R$2,4 milhões em fase de licitação”, informou.

Ampliação do tratamento de esgoto no município

Zeca lembrou que, além das obras para melhorias tanto em redes de água já muito antigas que tem que substituí-las como expansão de novas redes e melhoria e ampliação da preservação de água e reservatórios. “Estamos também ampliando o tratamento de esgoto no município. Não nos esquecendo das melhorias para os nossos funcionários, que hoje possuem uma alimentação mais adequada. Reinauguramos a academia de ginástica para melhor qualidade de vida de nossos funcionários”, destacou.

O diretor disse que não pode se esquecer que o órgão está trocando gratuitamente os hidrômetros da cidade. “Hoje nosso parque de hidrômetros se encontra com 70% já danificados e com a vida útil comprometida. Estamos realizando a substituição gradativa objetivando para que o usuário pague o consumo justo, o que realmente consumiu”, explicou, lembrando que serão substituídos 10.600 hidrômetros até o final do ano. Temos ao todo na cidade em torno de 90 mil e a vida útil de um hidrômetro é de cerca de cinco anos”, contou.

NÃO BUSCA LUCRO

Zeca garantiu que o Saae-VR não busca lucros, busca apenas ter capacidade financeira de investir em melhoria para a população tanto no abastecimento de água como em tratamento de esgoto. “Estamos fazendo contigenciamento de gastos para tentar reduzir o máximo nossos custos. Suprimimos alguns contratos e voltamos a buscar com maior afinco  economia de energia Ligth, nosso maior vilão”, relatou o diretor, ressaltando que o órgão retomou ainda o projeto Cone, que se baseia em redução de energia.

Ainda de acordo com o diretor, o Saae-VR, tem projetos prontos em melhoria no abastecimento de água e está buscando financiamento para Região do São Luís, Dom Bosco, Candelária que vem crescendo muito consequentemente o Complexo Califórnia. O órgão, segundo ele, está investindo ainda em perdas através de um grupo de perdas, ou seja, vazamentos não visíveis; além é claro da troca de hidrômetros que está sendo realizada.

Zeca garantiu que o Saae-VR não depende da Prefeitura, pois tem fonte própria. “Andamos sim com os objetivos de governo do prefeito Samuca, que são diálogo e eficiência. Por isso, trabalhamos para melhoria de toda população de Volta Redonda. Estamos também investindo na ampliação da automação de nossos reservatórios. Muito importante sabermos o nível de nossos reservatórios e podermos atuar com maior rapidez e precisão”, concluiu o diretor.

De Cidade do Aço à capital do Sul Fluminense, Volta Redonda completa 64 anos hoje

O nome dela surgiu pela curva fechada, quase redonda, que o Rio Paraíba do Sul faz em determinado ponto da cidade. Depois ganhou o apelido de Cidade do Aço pela presença da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), mas hoje, quando completa 64 anos de existência, Volta Redonda mostra que é também a cidade do esporte, cultura, lazer e entretenimento; reunindo desenvolvimento e qualidade de vida no sul do estado do Rio de Janeiro.

Antes de se tornar a “capital do Sul Fluminense”, o lugar que hoje é sinônimo de industrialização era apenas um vilarejo. Somente em 1926, aquele povoado de pouco mais de três mil habitantes foi elevado à categoria de distrito de Barra Mansa, chamado de Santo Antônio de Volta Redonda. Na época, a agricultura, a pecuária e uma fábrica de cerâmicas eram as principais atividades econômicas do lugar.

Em 1941, em plena Segunda Guerra Mundial e no governo Getúlio Vargas, o distrito de Barra Mansa foi escolhido como local para instalação da Usina Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), marcando as bases da industrialização brasileira. Na época, a construção da imponente indústria de aço contou com o apoio do governo dos Estados Unidos e atraiu os olhos do mundo.

Aos poucos os primeiros trabalhadores foram chegando, com a esperança de emprego e uma nova vida. Apelidados de arigós, eles ficavam abrigados em barracas armadas nos altos dos morros, enquanto eram construídas as casas dos funcionários. Em maio de 1948, as obras da usina e da vila operária ficaram prontas e o antigo vilarejo já ganhava cara de cidade, toda planejada em modelo americano, casas com grama e cerca baixa e energia elétrica – uma inovação para a época; mas só em 17 de julho de 1954 é que Volta Redonda conquistou sua emancipação após uma série de marchas políticas.

Em 1973, o município foi considerado Área de Segurança Nacional, situação que prevaleceu até 15 de novembro de 1985, quando foram restabelecidas a eleições direta para prefeito. Na década de 80, a cidade se tornou um barril de pólvora com a volta da democracia e a crise econômica pela qual vivia o país. A agitaram política e social acabou culminando a Greve de 1988, que terminou com a morte de três operários no interior de sua usina por militares do Exército, fato de grande mobilização popular na época.

Hoje, Volta Redonda está diante de uma nova realidade. A privatização da CSN em 1993 criou um marco na cidade, desencadeando novas situações, novos desafios com os quais a população se vê frente a frente; entre eles está o desenvolvimento econômico e social do município e consequentemente da região.

Município mostra que é também local do esporte, cultura, lazer e entretenimento – Fotos: Divulgação/PMVR

Comemoração de aniversário com direito a bolo, música e homenagens

Na programação haverá ainda, cápsula do tempo que será enterrada e reaberta em 2038

O município comemora 64 anos com uma programação ampla, que começou com um dia de antecedência, nesta segunda-feira. A cerimônia oficial terá início às 8h30min de hoje na Praça Sávio Gama, em frente ao Palácio 17 de Julho. Na programação haverá ainda destaque o poema “A cidade que você deseja para daqui vinte anos”. O vencedor do concurso realizado neste ano em comemoração aos 50 anos da Fundação Educacional de Volta Redonda (Fevre), que será lido pela autora durante a festa e terá uma cópia armazenada na cápsula do tempo que só será reaberta em 2038.

Oito pessoas foram escolhidas para representar o esporte, a cultura, o comércio, além de estudante e professor do município. Entre as atividades, que de acordo com os organizadores serão para todas as idades, estão manifestações artísticas que vão ocupar a Praça Rotary, embaixo do Memorial Getúlio Vargas, o Memorial Zumbi, o Cine 9 de Abril e a Praça Brasil, no bairro Vila Santa Cecília, além da Praça Sávio Gama, no Aterrado. Todos estes locais serão palco de apresentações de teatro, dança, música e artes plásticas.

Hoje, as comemorações começam às 8h30min na Praça Sávio Gama com hasteamento de bandeiras, concerto da Banda Municipal e o Coro da Fundação Beatriz Gama, além do tradicional “Parabéns pra você” e bolo gigante de aniversário que será distribuído entre os presentes.

No bairro Vila Santa Cecília com apresentações de diversos estilos musicais, presença do Caminhão da Brinquedolândia e Exposição de Carros Antigos.

Segundo informou a secretária de Cultura, Aline Ribeiro, os artistas que irão participar das comemorações pelo aniversário da cidade são filhos de Volta Redonda e fazem parte da história cultural do município.

A secretária destacou ainda que o governo privilegia a e valoriza os artistas locais, que se inscreveram para participar da festa por meio de edital para chamada pública. Lembrou também que são atrações inesquecíveis, como a apresentação da Orquestra VR Filarmônica, na noite de ontem, no Cine 9 de Abril. Disse que o concerto reuniu músicos da cidade que atuam em São Paulo, Espírito Santo e Bahia. Disse que eles voltam à cidade para homenagear os 64 anos do município.

Aline lembrou ainda de Carina Sandré se apresenta hoje na Praça Brasil, às 20h30min. Ela mostrará o show “Cidade Cinza, meio Rio, meio Minas”. As canções, segundo a secretária, resgatam a história e também contribuem com o fortalecimento da identidade da cidade e de seus protagonistas.

Ontem, as atrações começam às 14 horas, na Praça Rotary, no Memorial Getúlio Vargas, com o Encontro Nacional das Associações de Teatro de Bonecos do Brasil, que continua hoje.

PROGRAMAÇÃO

Praça Sávio Gama – Prefeitura

8h30 – Cerimônia Cívica/Concerto com a Banda Municipal/Coro da Fundação Beatriz Gama/Bolo de Aniversário/Homenagens a personalidades do município.

“Encontro Nacional Das Associações De Teatro De Boneco Do Brasil” Biblioteca

9 horas – Oficina de Teatro de Sombras para professores e público em geral com Ana Paula Brasil (mestra em artes cênicas e teatro de animação pela UNI-RIO)

14 às 17 horas – Seminário Sobre Teatro De Bonecos

– A presença dos Grandes Bonecos no Carnaval de Volta Redonda

Palestrante – Fábio Elionar- Professor da UGB – Mestre em Literatura pela UFF e Presidente do Bloco “Loucos Pela Arte”

– A Importância da ABTB na Consolidação do Teatro de Bonecos no Brasil

Palestrante: Clorys Daly – fundadora da ABTB e Conselheira da ARTB

– O Teatro de Animação na cidade do Rio de Janeiro

Palestrante: Ana Paula Brasil – mestra em artes cênicas e teatro de animação pela UNI-RIO, professora titular da Escola de Teatro Martins Pena e tesoureira da ARTB.

– Sem (Vi)eira nem Beira: Uma História do Zé Pereira na Chacára( 1960-2002) tese de mestrado que acompanha a história dos grandes bonecos na cidade de Mariana,  Minas Gerais.

Palestrante: Newton Cardoso Junior graduado em História pela UFOP – professor da rede publica em Volta Redonda.

Praça Rotary (Memorial Getúlio Vargas)

13 às 14 horas – Apresentação Musical com o Grupo Meninos do Batuque.

14 às 16 horas – Oficina de Percussão Sustentável (confecção de instrumentos com materiais reciclados) e Musicalização Infantil com o Grupo Meninos do Batuque.

CONCERTO

Teatro Maestro Franklin de Carvalho Junior

11horas – Banda de Concerto e Coro Infantojuvenil do Projeto Volta Redonda Cidade da Música. Regência da banda: Prof. José Sérgio Torres. Regência do Coro: Maestrina Sarah Higino.

ATIVIDADES DIVERSAS

Praça Brasil

13 às 18 horas – Brinquedolândia/Atividades Recreativas e Esportivas/Educação Ambiental Sobre Rodas

13 às 18horas – Exposição De Carros Antigos e Food Trucks

14h30 às 15h30 – Orquestra Tambores de Aço da Fundação CSN

16 às 17horas – Ramiro Mart & Goribeatzz apresenta show do disco “Áudio Mensagem”

17h30 às 18h30 – D’Hanks apresenta show em comemoração aos 15 anos de banda

19 às 20horas – Banda Habitz apresenta show do seu primeiro álbum “Momento Perfeito”

20h30 – Carina Sandré apresenta o show ‘’Cidade Cinza (meio Rio, meio Minas)’’

Palco Afro – Memorial Zumbi

13 às 18 horas – Circuito de Basquete de Rua – Rua 23B

15 às 17 horas – Batalha do Conhecimento com a Roda Cultural de Volta Redonda

17 horas – Dança Afro “Cura e Sabores Baianos” com o Coletivo Flor de Maio Humanizar

17h30 às 20 horas – Projeto Vitrolando apresenta discotecagem com discos de vinil com DJ Muffin e Mestre André.

Parte das atividades e vai acontece em frente ao Palácio 17 de Julho – Foto: Tânia Cruz

Shopping Park Sul

Empreendimento de R$ 300 milhões será inaugurado em outubro

Foram gerados mais de dois mil empregos na etapa de construção e outros três mil novos postos de trabalho quando o centro comercial começar a funcionar

Volta Redonda foi escolhida por ser um dos principais polos econômicos do país – Foto: Fábio Guimas

Considerado o maior shopping da região Sul Fluminense, o Park Sul será inaugurado no dia 23 de outubro. A etapa de construção do centro comercial gerou mais de dois mil empregos diretos e outros três mil novos postos de trabalho quando começar a funcionar. De acordo com o gerente geral do Park Sul, Eduardo Carlier, o empreendimento está localizado no eixo central das dez principais cidades da região e a expectativa é que por mês, entre 800 mil a um milhão de clientes passem pelo local. A cerimônia oficial de entrega das lojas aos respectivos empresários aconteceu no último mês.

“Estão sendo investidos cerca de R$ 300 milhões para a construção e instalação do centro comercial em Volta Redonda. Ao longo da obra, foram gerados mais de dois mil empregos. Agora chegamos a mais uma etapa: três mil novos postos de trabalho e a maioria deles, o primeiro emprego. Vamos focar no jovem que está em busca desta experiência”, destacou.

Ele ainda explica que a Cidade do Aço foi escolhida após uma pesquisa feita pela Shopinvest em busca de uma cidade que fosse referência no eixo Rio-SP-MG. “Volta Redonda foi escolhida por ser uma das principais cidades do mais importante polo econômico do país e da América Latina. Ela e as cidades do seu entorno possuem as características que os empreendedores buscavam para assegurar tamanho investimento, pois toda a região conta com grandes indústrias, parque estudantil com mais de 40 mil universitários, cerca de um milhão de consumidores, além de ser uma região em pleno e constante crescimento devido à formação de novos bairros, condomínios residenciais e industriais”, comentou.

Durante a cerimônia oficial de entrega das lojas, o prefeito Samuca Silva destacou o crescimento econômico de Volta Redonda. “A cidade merecia algo assim, pois é uma das mais produtivas da região. O shopping é mais um passo na criação de lazer, turismo, entretenimento, mas acima de tudo, de novos empregos e crescimento. Hoje, temos aproximadamente R$750 milhões aprovados em obras da construção civil que vão gerar mais de cinco mil habitações, são pessoas fazendo o caminho ao contrário, voltando para o interior em busca de segurança e qualidade de vida”, citou.

Inédito na região, o Shopping Park Sul irá contar com uma franquia da Youburger, presente no evento, o CEO da marca, Rodrigo Malta elogiou a estreia da marca na região. “Temos lojas em grandes capitais e é com muita expectativa que estamos chegando ao Sul Fluminense, acreditamos que vai ser mais uma loja de grande sucesso”, afirma.

Empresas que já garantiram lojas no Park Sul

O Shopping, que conta com 33 mil m² de ABL (Área Bruta Locável), além de mil vagas de estacionamento, já inaugura com lojas-âncoras e megalojas como a Riachuelo, Renner, Marisa, Lojas Americanas, Magic Games, Casas Bahia, Supermarket, Ri Happy, Kalunga, You Can Sports, Academia Park Sul e Cine Araújo, com seis salas especiais. Serão 150 lojas com área de lazer e 25 operações na praça de alimentação, entre elas o Burger King, Mc Donald`s, Paganini Chocolates, Chicken in House, Hikari, Subway, Koni Story, Billy the Grill, Griletto, Adega do Portuga e Camarão & Cia, além de dois restaurantes com vista panorâmica, entre eles, o Restaurante Sal & Alecrim.

Para as crianças e adolescentes: 1.000 m² de lazer contando com Magic Games e o ParKids, onde os pais poderão deixar seus filhos brincando com cuidadoras especializadas, em um ambiente divertido e seguro. Terá ainda um sistema de comunicação para quando as cuidadoras precisarem chamar os pais. Além de aluguel de carrinhos de bebê e miniveículos elétricos.

Para os pets: Política Pet Friendly, que dá liberdade para os animais de estimação de pequeno e médio porte passearem com seus donos pelo shopping, exceto na praça de alimentação e cinema. Além de um Pet Shop com vários produtos e serviços para os animais de estimação e aluguel de carrinhos para os donos que preferirem esta alternativa para passearem com seus pets.

 

Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar