Alerj terá uma renovação de 51% na próxima legislatura – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomePolíticaAlerj terá uma renovação de 51% na próxima legislatura

Alerj terá uma renovação de 51% na próxima legislatura

Alerj terá uma renovação de 51% na próxima legislatura

ESTADO

Cinquenta e um por cento de renovação para a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) na próxima legislatura. Esse foi o resultado da eleição do último domingo. A nova composição, cujo mandato começa em fevereiro de 2019, contará com 34 deputados reeleitos e outros 34 novos. Atualmente a Casa é dominada pelo MDB, que conta com 12 deputados. Isso mudará a partir do próximo ano. O Legislativo Estadual passará a ter o PSL de Jair Bolsonaro que foi para o segundo turno contra Haddad (PT), como novo protagonista. Foram eleitos 13 parlamentares. O mais votado foi Rodrigo Amoril, que ultrapassou os 140 mil votos.

A segunda maior bancada será do Democratas, com seis parlamentares eleitos, seguida do PSOL com cinco. O MDB de 12 deputados conseguiu eleger cinco.

A bancada feminina da Alerj também sofrerá alteração, um aumento de 33% em relação a esta legislatura. Atualmente são nove deputadas e foram eleitas 12 mulheres para 2019. A campeã de votos foi a paraquedista do exército Alana Pessoa, que teve pouco mais de 106 mil votos e foi a terceira mais votada dos 70 eleitos. Entre as eleitas estão ainda três mulheres que trabalhavam no gabinete da vereadora Marielle Franco (PSol), executada em março deste ano no Estácio, região central do Rio. São elas: Mônica Francisco, Renata Souza e Dani Monteiro, todas do PSOL.

As três vagas do PDT continuam. O PRB de dois passou a ter três deputados. O mesmo número foi conquistado pelo PSD. Em 2014 conquistou oito eleitos. Três deputados são do PT, três a menos que na eleição anterior. O Solidariedade ficou com as mesmas três vagas.

O Partido Novo tem agora dois deputados, mesmo número do Democracia Cristã, que em 2014, quando se chamava PSSC tinha uma cadeira. O PHS tem agora dois deputados, um a mais que em 2014. O PP conseguiu duas vagas, duas a menos que na eleição passada. Dois deputados foram eleitos pelo PRP, mesmo número do PSC, que tinha apenas um.

Uma vaga foi conquistada pelo Patriota. O PSDB manteve as mesmas duas cadeiras. O PTB terá um deputado, um a menos que em 2014. O PR, que tinha sete deputados em 2014, agora vai ter apenas um. O PRTB continua com uma cadeira. O PMB também conseguiu uma vaga. O PPS teve um eleito, contra dois da eleição anterior.

O PSB, PCdoB e o Podemos vão continuar com uma vaga. Os demais partidos – PV, PROS e o Avante – elegeram um deputado, cada.

REGIÃO

Como o A VOZ DA CIDADE informou na edição desta segunda, os eleitos a deputado estadual do Sul Fluminense foram: Marcelo Cabeleireiro (DC) – primeiro mandato – e Gustavo Tutuca (MDB) e André Corrêa (DEM) – reeleitos.

 

 

Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar