Economia 17/07/2017 11:21:31 - Atualizado em 17/07/2017 11:21

Setor automotivo tem sido responsável por retomada do crescimento na indústria do estado

0 comentários

Envie o seu comentário

* Nome:
* E-mail:
Telefone:
 
* Comentário:  
Declaro expressamente que li as Condições Gerais e aceito seus termos de forma integral. 
 

SUL FLUMINENSE

O setor automotivo conquistou um salto nas exportações de veículos. Foi registrado aumento de 57,2% no primeiro semestre deste ano, se comparado ao mesmo período do ano passado. E um pouco tímido, mas em crescimento estão as vendas de veículos dentro do Brasil, que aumentou 3,7%. O polo automotivo do estado, grande parte dele no Sul Fluminense, está impulsionando a recuperação da indústria do estado. O resultado disso será o aumento na oferta de empregos. 

Tem início hoje na Nissan, localizada em Resende, o segundo turno da fábrica. Foram contratados 600 funcionários, totalizando 2,4 mil. Existe a estimativa de criação de mais de 1,5 mil postos de trabalho indiretos se a expansão se firmar. A montadora japonesa está em operação desde 2014 e começou a produzir recentemente o Kicks no município, principal responsável pela criação do segundo turno. Será ampliada ainda, com isso, a produção dos modelos March e Versa. O resultado será o dobro da capacidade da unidade para 129 mil veículos ao ano.

Outra montadora da região é a MAN Latin America, que tem em Resende uma divisão de ônibus e caminhões da Volkswagen e caminhões da MAN. A empresa também prevê crescimento. A estimativa é ampliar 25% a produção e, para isso, suspendeu no início deste mês a redução de salários e jornada dos 3,5 mil funcionários, que funcionava desde 2015. O resultado disso é a volta da operação de cinco dias por semanas, ao invés de quatro, como estava acontecendo.

A Volks reduziu dois turnos entre 2012 e 2015. A empresa operou em 2011 perto do limite da capacidade de 100 mil veículos, com 83,2 mil unidades produzidas. A expectativa agora é melhorar a demanda no mercado interno neste segundo semestre, depois do aumento das exportações. Esses fatores permitiram retomar o turno integral com ampliação da produção. Não está descartado no futuro, hora extra dos funcionários ou contratação de temporários.  

A vizinha PSA Peugeot Citröen, em Porto Real, iniciou um ciclo de investimentos de R$ 1,5 bilhão em cinco anos, um aumento de 50% em relação ao ciclo anterior. Como suspendeu em 2014 um turno, não tem previsão de novas contratações. Na PSA as vendas para o exterior foram para 59% de janeiro a junho, principalmente para a Argentina. Pensando em atender a demanda, a empresa aumentou para 24% a produção. O aumento das vendas em 3% no Brasil até o mês de junho sinalizou a retomada.

No ano passado, a empresa alcançou 82,5 mil unidades, em 2015, 67 mil. Neste ano, a previsão é fazer 90 mil carros. Lembrando que em 2010 a montadora chegou a produzir 140 mil veículos.

IBGE

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a indústria fluminense cresceu 4,6% nos primeiros cinco meses do ano. O registro foi o maior dentre os estados acompanhados pelo instituto. A expectativa de crescimento de 2017 era de 0,8%, mas agora, com a retomada, passou para 3,3%. 

© A Voz da Cidade. Todos os Direitos Reservados | Política de Privacidade

Desenvolvido por AM4