Cultura 01/06/2017 10:39:41 - Atualizado em 01/06/2017 10:39

Grebal realiza palestra com especialista em livros digitais

0 comentários

Envie o seu comentário

* Nome:
* E-mail:
Telefone:
 
* Comentário:  
Declaro expressamente que li as Condições Gerais e aceito seus termos de forma integral. 
 
Fotografada por Divulgação
Ednei Procópio é autor de dois livros, um de ficção e um sobre o livro na era digital

 

BARRA MANSA

Com o objetivo de trazer palestras, oficinas e cursos para os grebalistas, o Grêmio Barramansense de Letras (Grebal) trouxe para a cidade o escritor Ednei Procópio, na ocasião, ele ministrou palestras no Centro Universitário de Barra Mansa (UBM) e na sede do Grebal.

De acordo com o presidente do Grebal Rozan Silva, Ednei é uma autoridade na área. “Ednei é uma das maiores autoridades quando o assunto é livro digital no Brasil, poder proporcionar uma palestra desse nível é algo que nos engrandece muito. Ele tem reconhecimento nacional dentro da área literária e, em 2015, foi finalista do Prêmio Jabuti. Nossa intenção é procurar trazer escritores, que possam acrescentar e  dar mais informação ao autor local”, destaca Rozan.

Autor de dois livros, um de ficção e um sobre o livro na era digital, no domingo, Procópio realizou um bate papo sobre seu livro de ficção ‘Qu4dri- O tabuleiro Mágico’, que conta a história dos jogos de tabuleiros, é um romance que se passa num reino que vive de fabricação e venda de jogos de tabuleiros, o rei se ausenta do trono e causa instabilidade do reino, a região entra crise e a guerra está declarada. “A história do livro se reflete na nossa história, é uma história pesada para que as pessoas possam pensar e refletir no que está se passando em nosso país. Foram três anos entre pesquisa e escrita e mais um para ser publicado, o resultado tem sido positivo”, destaca Procópio.

Já no UBM, além dos grebalistas, estiveram reunidos estudantes e a população em geral para discutir questões sobre o livro inserido no universo digital. Em sua obra ‘O Livro na Era Digital’” traz 23 capítulos que mostra em que estágio estamos na digitalização, dá dicas de como nos preparar para a próxima tendência e o que podemos fazer para manter os negócios na chamada Web 2.0 e tirar ainda mais proveito da Era Digital.  “A maioria das pessoas estão voltadas para uma tela, seja celular, computador ou tablet, temos que inserir o livro nesse contexto para que tenham mais acesso. Se o olho está voltado para a tela, por que não colocar o livro dela? Isso facilita a leitura ou a compra do mesmo”, indaga o autor.

De acordo com Ednei, a leitura em tela é lenta, dispersa, porém, é uma leitura mais rápida, barata e cômoda.  “Considero que valha mais a pena ler livros técnicos em formato digital do que na forma física. Na versão digital, o leitor vai encontrar opção de multimídia o que traz mais entendimento a quem lê. Já a leitura de entretenimento depende do tempo disponível que o leitor tem. Geralemnte o público dessa área é formado por estudantes, professores da área de comunicação, bibliotecários, livreiros e blogueiros”, citou.

Ednei Procópio possui uma pequena editora em São Paulo, onde vive, há alguns anos, publicou um livro de Eliana Neri, da amizade, surgiu o convite para conhecer Barra Mansa. “Fiz questão de estar aqui e ajudar no trabalho do Grêmio que vem crescendo, se atualizando e reinventando. O Grebal tem tudo para crescer e se tornar um belo instrumento de cultura, tem condições e boa aceitação pela comunidade. A cultura tem sido posta de lado, cultura é educação, se fosse investido em cultura poderia diminuir os números de criminalidade”, destacou o escritor.

Sobre Ednei Procópio

Começou a pesquisar sobre livros digitais em 1998 quando terminou de escrever um livro de poesias, ‘Os versos de James’, e não conseguiu publicá-lo. Esta é sua primeira obra literária, no entanto, acabou sendo publicada em 2001 pela iEditora, onde trabalhou como editor até 2005. A iEditora foi a primeira empresa editorial brasileira a trabalhar com os livros digitais comerciais.

Pioneiro, Procópio criou a eBookCult em 2001, a primeira empresa a importar um leitor de livros digitais (mais tarde chamado e-reader) para o  Brasil. Vendeu um lote de mil máquinas quando ainda não existia e nem se falava em Kindle, Kobo ou Lev.

Em 2005, Procópio publicou ‘Construindo uma Biblioteca Digital’ e, em 2010 lançou o livro ‘O livro na Era Digital’. Seu último livro ‘A revolução dos eBooks’, foi publicado pela Editora do Senai no início de 2014 e indicado ao Prêmio Jabuti em 2015.

Enquanto editor, Procópio já produziu e publicou perto de mil títulos em diversos formatos. E comercializados e diversas plataformas e aplicativos. Fundou a LIVRUS Negócios Editoriais,cujo escritório fica sediado na capital São Paulo. A Livrus é uma empresa de comunicação editorial, que tem como objetivo levar os autores e as suas obras para a era digital.   

Além de palestrar sobre as questões do mercado editorial em eventos no Brasil todo, hoje, Ednei Procópio é empresário e um dos maiores especialistas em livros digitais no Brasil.

© A Voz da Cidade. Todos os Direitos Reservados | Política de Privacidade

Desenvolvido por AM4