Reviva o encantamento do século XIX através das fazendas do Vale do Café – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeVariedadesReviva o encantamento do século XIX através das fazendas do Vale do Café

Reviva o encantamento do século XIX através das fazendas do Vale do Café

Reviva o encantamento do século XIX através das fazendas do Vale do Café

Franciele Aleixo

[email protected]

Imagine dias de vivência do século XIX.  Sons, cheiros, sentimentos aflorados, contemplação e encantamento. Assim foi o press trip no qual o jornal A VOZ DA CIDADE foi convidado a participar pelas fazendas históricas da região do Vale do Café. Foram dois dias de conhecimento, história e aprendizado que dividiremos com você, leitor. Tudo isso pode ser aproveitado ainda nestas férias!

FAZENDA UNIÃO

A Fazenda União faz parte do mais preservado conjunto de casarões do Brasil Império, datada do século XIX fica localizada em Rio das Flores. Construção impecável, abriga memórias do ciclo do café e remonta a nobreza da aristocracia brasileira.

Rodeada por uma magnífica paisagem de campo, o Casarão de 1836 com mais de mil metros quadrados foi construído pelo Visconde do Rio Preto e encontra-se conservado e ambientado com seu mobiliário original e com peças recuperadas em antiquários e incursões pela região do Vale do Paraíba. Hoje, tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional a Fazenda funciona com um Hotel Histórico, refletindo costumes e tradições da época. A sede foi inteiramente restaurada mantendo todo o esplendor da época das grandes fazendas de café.

A Fazenda possui uma boa estrutura de lazer com piscinas, brinquedoteca, lago para pesca ecológica, fazendinha, cavalgadas, arvorismo, quadriciclos e salão de jogos, além de caminhadas pelas trilhas para observação de espécies da mata atlântica.

CONTATOS

Central de Reservas para visitação

Segunda a Sexta – 9 às 18 horas

Sábado e Feriados – 9 às 16 horas

Tel: (24) 2491-1044 | 2491-2685

http://www.fazendauniao.com.br/

FAZENDA DO PARAÍZO

Nesta fazenda, o visitante já se impacta com as altíssimas palmeiras-imperiais que fazem fila na alameda de entrada. Da porta para dentro, além da própria construção majestosa, tudo é original e demonstra a riqueza da época: do mobiliário francês e brasileiro de qualidade aos lustres de cristal, dos papéis de parede diferentes entre si, de acordo com o ambiente, as pinturas com motivos diversos nas paredes sesquicentenárias nunca restauradas. Nada foi descaracterizado.

A casa sede, erguida por Domingos Custódio Guimarães, conhecido como barão e depois Visconde do Rio Preto, entre 1845 e 1853, convida a todos para uma viagem no tempo. O visitante se sente voltando no tempo e, com um pouco de imaginação, pode até visualizar a época em que o café era o ‘ouro negro’ brasileiro.

A casa é dividida em quatro alas, das quais três permanecem abertas à visitação pública.

Símbolo mais do que autêntico da riqueza agrícola do século 19, já que é absolutamente preservada, a sede têm, em seus dois andares, 58 cômodos e 99 janelas, além de características próprias. O palacete possui as salas de estar, entre elas, as curiosas ‘sala das mulheres’, localizada na sacada, e a ‘sala dos homens’, onde se organizam as armas, assim como o salão banquetes, sendo palco de festas suntuosas com presença da Princesa Isabel e do Conde D’Eu

A igreja, situada dentro da casa e com pé-direito duplo, tem toques arquitetônicos bizantinos e é dedicada à padroeira Nossa Senhora da Conceição, que recebe um santo a cada lado do altar: São Domingos e Nossa Senhora das Dores, em homenagem ao visconde e sua mulher, Maria das Dores.

CONTATOS

Telefone: (24) 2458 – 0093 | Celular: (24) 9859 – 5727
Email: [email protected]

http://www.fazendadoparaizo.com.br/

FAZENDA VISTA ALEGRE

Uma das mais importantes fazendas históricas do ciclo do café, a Vista Alegre, teve seu legado iniciado pelo Visconde de Pimentel com notáveis atuações pioneiras no campo das artes, da cultura e do desenvolvimento socioeconômico. Nela despontam suas formas arquitetônicas em harmonia com seus belíssimos jardins.

Fundada em meados do século XIX, ainda guarda em sua arquitetura suas linhas originais do período cafeeiro. No auge do ciclo do café, a Fazenda Vista Alegre recebeu visitantes ilustres, como o Conde D’Eu e o pianista Gottschalk.

Originalmente dedicada ao plantio do café, aprendia-se na Vista Alegre música, artes teatrais e religião. Instalada em uma de suas benfeitorias, especialmente edificada, nasceu a Escola de Ingênuos, como ficou conhecida, pois foi a primeira no país a alfabetizar filhos de escravos e crianças pobres das redondezas. Lá havia também, a Casa da Música, onde se preparava a banda sinfônica da fazenda, antes de suas prestigiadas apresentações.  No início do século XX, a Vista Alegre passa a ter um importante papel como uma das pioneiras na produção de queijos.

CONTATOS

(21) 3181-7516// (21) 98817-0747

[email protected]

https://fazendavistaalegre.wordpress.com/

FAZENDA ALLIANÇA

Tudo começou em 1973 com Joaquim Pereira de Faro, português de Braga, que emigrou para o Brasil. Um de seus nove filhos, Luiz Pereira Ferreira de Faro, fundou a Fazenda Boa Esperança e a vendeu para seu sobrinho, José Pereira de Faro, que mudou o nome da fazenda para Alliança. As primeiras construções da fazenda datam da década de 1840, tendo sido feitas adições posteriores no estilo neoclássico, no ano de 1863.

Alliança era uma fazenda de trabalho e comprada já com sua unidade de café construída, composta por casa de vivenda, terreiros de pedra, engenhos de beneficiamento de café, tulhas e senzalas, hospital dos escravos, paióis, em ter outros.

Joaquim José Pereira de Faro ampliou os cafezais e melhorou as maquinarias e edificações. Sua linha de produção era muito cuidadosa, buscando sempre produzir o melhor café para exportação. Recebeu várias medalhas e menções honrosas em exposições nacionais e internacionais. Em 1873 foi agraciado com o título de Terceiro Barão de Rio Bonito.

Em 2007, a arquiteta Josefina Durini e seu marido Nicolas compram a propriedade e a transformam na ‘Fazenda Alliança Agroecológica, preservando as edificações e circuito de cafés originais. Hoje, a Alliança é a única fazenda com leite orgânico de búfala no Estado do Rio de Janeiro, tornando-se uma fazenda produtiva agroecológica e orgânica certificada pela Ecocert há cinco anos. O visitante, ao chegar ao local poderá observar

os antigos maquinários na tulha, os troncos das arvores, as cantarias e as madeiras centenárias.

CONTATOS

Telefone: (21)//2266-0567
Celular: (21) 7892-9499 • (24) 99327-0248

[email protected]

http://fazendaallianca.com.br/

 

 

Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter
Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar