Reforma e adequação do sistema de abastecimento de água do Hospital Municipal – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomePolíticaReforma e adequação do sistema de abastecimento de água do Hospital Municipal

Reforma e adequação do sistema de abastecimento de água do Hospital Municipal

JAIR Porquinho sugere a Prefeitura que faça a reforma e adequação do sistema de abastecimento de água - Cyntia Freitas

Reforma e adequação do sistema de abastecimento de água do Hospital Municipal

ITATIAIA

A Câmara de Vereadores aprovou, recentemente, a indicação 1164/2017 do vereador Jair Balbino da Silva (PMDB), o Jair Porquinho, cobrando da prefeitura providências na solução do problema de abastecimento de água no Hospital Municipal Dr. Manoel Martins de Barros, no bairro Jardim Itatiaia. Na propositura, o vereador sugere ao Poder Executivo, a reforma e adequação do sistema de abastecimento de água da unidade de saúde.

O objetivo da indicação é de contribuir para as ações de vigilância da qualidade e demanda da água do sistema de abastecimento do Hospital Municipal, que segundo Jair Porquinho não está atendendo adequadamente as necessidades da unidade de saúde. “A bomba que deveria alimentar a caixa d’água suspensa com a água do reservatório subterrâneo do Hospital Municipal não tem a potência necessária. Esta situação está causando muito desconforto e até mesmo prejudicando o abastecimento de água, em algumas situações tendo que ser utilizado o caminhão pipa para realizar o trabalho”, disse o parlamentar. Ele ainda relatou que a tampa do reservatório subterrâneo é muito próxima ao solo, o que poderá comprometer a qualidade da água fornecida proporcionando riscos para a saúde dos internos, penetração de contaminantes, o que seria perigoso para um local onde se cuida da saúde. “A água constitui, atualmente, uma das principais preocupações mundiais no que diz respeito à manutenção de sua qualidade, precisa muito da atenção das autoridades sanitárias para os impactos do abastecimento. Sendo assim, atualmente, não é apenas suficiente disponibilizar água em quantidade e pressão adequada, mas a sua qualidade também possui uma grande importância para todos os agentes envolvidos”, explicou Jair Porquinho, destacando que devido à relação entre qualidade da água e a ocorrência de doenças, a distribuição segura para consumo humano, que atenda aos padrões de potabilidade e que não ofereça risco à saúde, é fundamental para a manutenção da saúde. “Nas instalações prediais essa degradação tende a se elevar pela precariedade das instalações hidráulico-sanitárias, pela falta de manutenção dos reservatórios e, principalmente, a falta de orientação e informação aos usuários. Em hospitais e outras instituições públicas, comumente servidas por reservatórios de acumulação de água, a fim de manter a continuidade de seu abastecimento, essa problemática está, especialmente, associada à ineficiência do sistema de gestão na proteção da qualidade da água, sobretudo no não cumprimento das manutenções. Por estes motivos é necessário a reforma e adequação do sistema de abastecimento de água do Hospital Municipal”, explicou.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter
Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar