Projeto Piloto em Volta Redonda vai mostrar como descartar o lixo eletrônico – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeCidadesProjeto Piloto em Volta Redonda vai mostrar como descartar o lixo eletrônico

Projeto Piloto em Volta Redonda vai mostrar como descartar o lixo eletrônico

Projeto Piloto em Volta Redonda vai mostrar como descartar o lixo eletrônico

Está marcado para este domingo, 15, em Volta Redonda, o Projeto Piloto do Descarte Solidário de Lixo Eletrônico. O evento, que será realizado na Praça Brasil, no bairro Vila Santa Cecília, das 9 horas às 15 horas, é uma realização do Rotary Club local, com apoio do Governo Municipal.

Durante a ação, segundo o presidente do Rotary Club de Volta Redonda, Anderson Ferreira de Oliveira, que é administrador hospitalar com mestrado em Saúde em Meio Ambiente, durante o Descarte Solidário, serão recolhidos mouses, pilhas, impressoras, celulares, carregadores, televisões, fogões, entre outros aparelhos eletroeletrônicos. A idéia, de acordo com Anderson, é mostrar a população em geral como descartar o lixo eletrônico.

Ainda de acordo com Anderson, essa é a ação piloto do projeto que visa repetir em Volta Redonda e se expandir para os municípios da Região Sul Fluminense e da Costa Verde. Informou ainda que, o projeto nasceu em outubro do ano passado, mas é a primeira vez que acontece na rua, já que

devido ao convênio com entidades como a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Volta Redonda (Apae-VR) e Apae-BM, Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Físicos de Volta Redonda (Apadefi-VR) e a Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Volta Redonda (APMI) servem como pontos de arrecadação dos materiais eletrônicos a serem descartados.

DESCARTE DO LIXO ELETRÔNICO

Nessas entidades, segundo o presidente, a população pode fazer o descarte de seu lixo eletrônico. Disse Anderson que, isso é resultado de uma parceria do Projeto com as entidades. Disse que o objetivo principal do projeto é retirar do meio ambiente, milhões de toneladas de materiais elétricos e eletrônicos de forma correta, transformar passivo ambiental em fonte de trabalho e renda para as instituições sociais.

O presidente do Rotary Club de Volta Redonda lembrou também que, o sistema será aplicado no formato Drive Thru, uma caçamba de grande capacidade que será instalada no ponto central da cidade, onde as pessoas poderão com seus automóveis descarregar seus itens com facilidade. “No domingo, será realizada a ação do Projeto Piloto, mas conforme for a aceitação, voltaremos às ruas com outros eventos. Além do mais, o Projeto prevê eventos em todos os municípios da Região Sul Fluminense e Costa Verde com a organização a cargo dos Rotary’s de cada localidade”, informou Anderson.

MAIOR PARTE DOS RESÍDUOS SÓLIDOS TÓXICOS

Vale lembrar que, a maior parte dos resíduos sólidos tóxicos produzidos no País é constituída por lâmpadas, latas de inseticidas e de tintas, pilhas e baterias. Norma instrutiva do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) recém-publicada traz regras para coleta, acondicionamento, frequência de recolhimento e destinação desses equipamentos. E esse projeto lançado em Volta Redonda, vem de encontro à norma.

É importante ressaltar que, diariamente, são recolhidas no Brasil aproximadamente 180 mil toneladas de resíduos sólidos, dos quais mais da metade desses resíduos é depositada em lixões a céu aberto, sem antes receber qualquer tipo de tratamento. Os dados são da última pesquisa nacional de saneamento básico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que revela ainda que, atualmente, apenas 18% das cidades brasileiras contam com o serviço de coleta seletiva. Do total produzido no Brasil, cerca de 1% corresponde a resíduos sólidos tóxicos. Segundo dados do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), a maior parte desses resíduos é de restos de lâmpadas fluorescentes, latas de inseticidas e tintas, termômetros, pilhas e baterias.

 

 

 

Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter
Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar