Paralisação geral dos caminhoneiros autônomos está confirmada para segunda, dia 21 – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeEconomiaParalisação geral dos caminhoneiros autônomos está confirmada para segunda, dia 21

Paralisação geral dos caminhoneiros autônomos está confirmada para segunda, dia 21

No último dia 6 uma ação isolada de caminhoneiros teve esse mesmo objetivo - Foto: Fábio Guimas

Paralisação geral dos caminhoneiros autônomos está confirmada para segunda, dia 21

Está confirmada para o dia 21, segunda-feira, uma paralisação geral dos caminhoneiros autônomos.  A iniciativa é do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Carga do Sul Fluminense (Sinditac). O ato está marcado para a madrugada de segunda-feira, em dois pontos opostos na Rodovia Presidente Dutra, na Cotiara e na Bocaininha. Serão bloqueadas as passagens de caminhão, com exceção, daqueles que trafegam com carga viva.

De acordo com o presidente da entidade, Francisco Wilde, o ato se faz necessário por conta dos frequentes aumentos de combustíveis, o que diminui os custos, e inviabiliza trabalhos. “No último dia 12, em reunião foi decidido por unanimidade à paralisação. Pedimos também, a retirada do PIS e Cofins do valor total dos combustíveis, além da multa de R$ 5 mil da Agência Nacional do Transporte Terrestre (ANTT), que alega evasão de balança, quando ocorre na verdade, uma desorganização do órgão”, destaca o presidente.

Wilde cita que a única forma de não haver tal paralisação é o governo acatar as reivindicações e colocá-las em prática. “Antes eram manifestações isoladas, sem resposta do governo. Hoje, com organização e a assinatura do sindicato a Casa Civil já chamou comissões de sindicatos para conversar”, analisa.

REINVINDICAÇÕES

90% do frete do CTE da Transportadora para o autônomo, tendo em vista o Projeto de Lei 528/2016;

Redução do preço dos combustíveis em geral em 50%;

Proibir a cobrança do pedágio do eixo suspenso em todas as rodovias (Estadual e Federal);

Fim das restrições da ponte Rio-Niterói e serra de Petrópolis, pois a passagem pelo Arco Metropolitano e Magé aumenta o custo e o risco do transporte pela falta de segurança do Estado;

Fim da multa de evasão de balança no valor de R$ 5 mil da ANTT;

Combate à corrupção na balança;

Que a ANTT cumpra o seu papel de reguladora nos meios de transporte.

ÚLTIMA AÇÃO

No último dia 6 uma ação isolada de caminhoneiros teve esse mesmo objetivo. Sem participação alguma do sindicato, os profissionais atearam fogo em pneus na altura do bairro Vila Ursulino, em Barra Mansa, gerando grande congestionamento. A ação, que começou por volta das 16 horas terminou na madrugada, quando o desejo dos que lá estavam eram sair apenas quando o diesel fosse baixado. O movimento fazia parte de uma pretensão nacional, mas que também não vingou em outros estados.

Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter
Classifique essa Notícia
Comentários
  • Na outra paralisação fiquei na Dutra por mais de 3 horas. A paralisação é dos caminhoneiros, mas impedem outros de irem e vir! Sou contra este tipo de paralisação, é burra!

    16/05/2018
  • Concordo. Se querem parar o Brasil, basta fechar as saídas das refinarias e distribuidoras de combustíveis.

    17/05/2018
  • Concordo. Se querem parar o Brasil, basta fechar as saídas das refinarias e distribuidoras de combustíveis. Assim para tudo

    17/05/2018
  • Jaci alves… sinditac goiania chegou o momento de agora o nunca estamos
    Morrendo amingua… vamos nessa irmão caminhoneiro

    20/05/2018

Comentar