Lei que institui evento gastronômico ainda não foi colocada em prática e vereador cobra realização – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomePolíticaLei que institui evento gastronômico ainda não foi colocada em prática e vereador cobra realização

Lei que institui evento gastronômico ainda não foi colocada em prática e vereador cobra realização

 Granato lembra que Comida de Boteco envolveria todos os estabelecimentos da cidade interessados - Arquivo

Lei que institui evento gastronômico ainda não foi colocada em prática e vereador cobra realização

VOLTA REDONDA

Uma lei já sancionada, mas que ainda não foi colocada em prática. Trata-se da medida que institui no calendário oficial da cidade o evento gastronômico Comida de Boteco. De autoria do presidente do Legislativo, o vereador Washington Granato (PTC), a Lei 5.266, foi publicada no Diário Oficial no dia 24 de novembro de 2016, e previa a realização anual do evento sempre no mês de junho, com recursos previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA). A não realização do evento fez com que Granato elaborasse um requerimento no Legislativo, solicitando ao prefeito Samuca Silva (Podemos) informações sobre o não cumprimento da lei.

Granato espera sensibilizar o Executivo para a importância de um evento desse porte não apenas para o turismo de Volta Redonda e para a população, mas também para os empresários do ramo gastronômico, que poderiam incrementar seu negócio e gerar ainda mais receita para o Município.

“Volta Redonda não tem uma atração turística de peso que a projete no cenário turístico nacional. Foi pensando nisso que criei este projeto, mas me surpreendi com a falta de interesse da Secretaria de Cultura. Estou pedindo informações e vou lutar para que o Comida de Boteco saia do papel para as mesas de bares e restaurantes de nossa cidade”, explica o vereador. Ele lembrou o sucesso do evento gastronômico realizado no ano passado no bairro São Geraldo. Porém, frisou que o Comida de Boteco envolveria todos os estabelecimentos da cidade interessados.

A intenção, segundo ele, é que seja realizado em Volta Redonda um evento similar ao que ocorre atualmente no Rio de Janeiro, onde as pessoas visitam os diversos bares participantes, e ainda realizar um evento fixo na Vila Santa Cecília, tradicional local de expressão cultural,  que concentre a população em um local onde os donos de bares e restaurantes poderão comercializar seus pratos, fixar sua logomarca e conquistar visibilidade. “Na região nós já temos um polo gastronômico que atrai pessoas de todas as partes do Brasil, que é Penedo, em Itatiaia. Volta Redonda tem condições de firmar-se também como polo gastronômico e este evento anual será uma oportunidade para que os comerciantes deste ramo exponham e vendam seus produtos, despertando o interesse do público em visitar seus estabelecimentos no restante do ano”, concluiu.

 

 

Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter
Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar