Feira do Livro de Resende começa amanhã no Parque de Exposições – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeVariedadesFeira do Livro de Resende começa amanhã no Parque de Exposições

Feira do Livro de Resende começa amanhã no Parque de Exposições

Feira do Livro de Resende começa amanhã no Parque de Exposições

Começa nesta quinta-feira, a 4ª Edição da Feira do Livro de Resende (Flir). Sediada no Parque de Exposições Francisco Fortes Filho, no bairro Morada da Colina, a Flir segue até o próximo domingo, dia 10, com visitação no período das 9 às 21 horas. Com acesso gratuito, a Flir tem uma extensa programação cultural para o público de todos os gostos e faixa etária em diversos espaços.

Realizada pela agência de eventos Look Mídia, a Feira do Livro de Resende, tem como tema “A Arte da Literatura de Cordel” com o objetivo de homenagear esse importante gênero literário. Para complementar, este ano foi escolhido como patrono o Luiz Pistarini, criador do hino de Resende e importante poeta da nossa região. “Com todas essas ações a Flir tem como objetivo principal estimular a popularização do livro e a democratização do acesso à literatura, criando um ambiente de trocas, diálogos e aprendizados entre todos os presentes”, disse uma das organizadoras, Amanda Elias.

Mais de 30 expositores entre editoras, livrarias, e sebos, que proporcionarão grandes descontos e variedades de produtos e serviços. Uma das grandes novidades da Flir esse ano é o Espaço Educacional, um galpão com 20 expositores entre escolas, faculdades, instituições educacionais, agência de intercâmbio, cursos de idioma, informática, gestão entre outros, onde o visitante terá acesso a testes vocacionais, espírito empreendedor, formação de conhecimentos e aos métodos de ensino de cada expositor. “O objetivo dessa parceria é aproximar os setores educacionais ao mundo da literatura envolvendo o público nessa união”, comentou Amanda.

Já nas programações da Flir, será possível encontrar apresentações artísticas associadas à literatura, como música popular, espetáculos de dança, coral, teatros e saraus no Palco Cultural. Pensando no público infantil, terá a Flirzinha, um ambiente alegre, com contações de histórias, encontro com autores e apresentações infantis, visando o incentivo ao hábito de leitura nas crianças. O público poderá contar também com diversas palestras, bate-papos e oficinas com diversos temas no Auditório Literário. Já o Planetário Inflável da Caravana da Ciência – Fundação Cecierj também estará presente com a sua poderosa ferramenta para difusão da astronomia. A atividade visa despertar a curiosidade para os aspectos relativos ao universo e aos temas básicos de astronomia, como o conceito de constelação, a distribuição das estrelas e as características dos planetas do sistema solar. E este ano haverá outra novidade, o Espaço Sesc com oficinas de encadernação manual, poesia, gravura, origami entre muitas outras.

Além de todos esses espaços ocorrerão diversas atrações surpresas durante o evento.

Os detalhes e as programações dos espaços da Flir podem ser conferidas no site oficial do evento  www.feiradolivroderersende.com. 

CONVIDADOS ESPECIAIS

Estão na programação mais de 70 escritores de todos os estilos literários vindo de diversos lugares do Brasil para autografar e lançar livros no Espaço do Escritor. Este ano quatro convidados especiais reconhecidos nacionalmente, estarão na Flir.

PEDRO GABRIEL – Pedro Antônio Gabriel Anhorn tem 33 anos, nasceu na África, em N´Djamena, capital do Chade. É suíço por parte de pai, brasileiro por parte de mãe e foi alfabetizado em francês. Chegou ao Brasil aos 12 anos, sem saber falar português. A adaptação à língua materna foi bastante difícil no início e exigiu muita observação tanto dos sons quanto da grafia das palavras para tentar entendê-las. A constante busca pela compreensão acabou virando inspiração para a poesia que segue compondo e para o caminho artístico que resolveu percorrer. Publicitário, formado pela ESPM-RJ, Pedro Gabriel inaugurou o perfil “Eu me chamo Antônio” no final de 2012 para compartilhar o que rabiscava com caneta hidrográfica em guardanapos nas noites em que batia o ponto no Café Lamas, um dos bares mais tradicionais do Rio de Janeiro. Foi então que começou a escrever seus livros. Atualmente, mora em São Paulo e se conecta com mais de um milhão de pessoas nas redes sociais e nos eventos que participa frequentemente por todo o país.

MATHEUS LEITÃO – Nasceu em Brasília, em 1977. Especializou-se em jornalismo investigativo e recebeu os mais importantes prêmios da área, como o Barbosa Lima Sobrinho, o Esso, o de Excelência Jornalística da Sociedade Interamericana de Imprensa e menção honrosa no Vladimir Herzog. Trabalhou nos jornais Correio Braziliense e Folha de S.Paulo, na revista Época e no portal iG, além de ter sido Visiting Scholar na Universidade de Berkeley, na Califórnia. Atualmente edita o Blog do Matheus Leitão, sobre política e polícia, no portal G1. “Em nome dos pais” é seu primeiro livro, nele o autor conta a história dos seus pais jornalistas Miriam Leitão e Marcelo Netto durante a ditadura, foi entrar no 38º Batalhão de Infantaria, em Vila Velha, local onde eles foram torturados em 1972.

COSTA SENNA – Nascido em Fortaleza, radicado em São Paulo, é cantor, ator, compositor e poeta. Aborda temas socioculturais, ecológicos e multidisciplinares. Mostra em suas performances a versatilidade do artista que traz na alma a linguagem de fazer o povo rir e pensar. Iniciou sua vida artística a partir dos anos 80, tendo saboreado na infância e parte da adolescência, da genialidade dos repentistas, contadores de histórias, sanfoneiros e cordelistas. No teatro atuou em várias peças e no cinema, no curta metragem “As aventuras de Raul Seixas na cidade de Thoth”, de Jairo Ferreira. Foi personagem dos documentários sobre Paulo Freire, “Educar para transformar”; e “Nísia, Paulo e Josué – oficina de memória”, ambos da cineasta Tânia Quaresma. É autor de vários folhetos de cordel, entre eles: “Nas Asas da Leitura”, “Como Nascem os Provérbios”, “A Arapuca Feminista”, “Cante Lá e Cante Cá”, “Criança que Bicho é Este?”, “Raul Seixas entre Deus” e o “Diabo e Paulo Freire” (com trechos traduzidos), além dos livros: O “Raulseixismo”, “Cartas no Cordel”, “O Rabo da Raposa”, “Viagem ao Centro da Terra” (em cordel), “O Doido, Meu milhão de Amigos, É outra História”, “O Lobisomem da Avenida São João”, “Caminhos Diversos – sob os signos do cordel e Cordéis que Educam e Transformam”. Atua representando, declamando, tocando violão, cantando; em trabalho solo ou acompanhado por seu grupo Unir Versos. Gravou os CD´s “Moço das Estrelas”, “Costa Senna em Cena”, “Fábrica de Unir Versos”, “Cante Este Refrão Por Aí” e “A Palavra Despida”. Participou de programas da TV Globo, TV Cultura, TV Record, TV Gazeta e outras emissoras. Vários jornais e revistas do país publicaram matérias sobre o seu trabalho. Foi um dos apresentadores dos Cem Anos da Literatura de Cordel no Brasil, no SESC Pompéia – São Paulo. Apresentou-se para milhares de pessoas em São Paulo, Fortaleza, Porto Alegre, Palmas e diversas cidades brasileiras e em escolas públicas e particulares, universidades, bibliotecas, centros culturais, saraus, SESCS e entidades sociais com o espetáculo multidisciplinar “Cordéis que Educam e Transformam”. Em reconhecimento pela sua atuação nas entidades filantrópicas, em 2008 foi agraciado com o título de Cidadão Paulistano, conferido pelo vereador Beto Custódio, em concorrida cerimônia na Câmara Municipal de São Paulo. Teve o seu poema “Viagem por São Paulo”, publicado no livro São Paulo Minha Cidade.com e no CD: São Paulo, esquina do mundo. É curador do Sarau Bodega do Brasil, que incentiva, divulga e forma público para as manifestações artísticas e o levou a ser um dos representantes do Brasil na 40ª Feira Internacional do Livro de Buenos Aires, em maio de 2014. Segundo o pesquisador Gilmar de Carvalho, “Costa Senna: Trata-se de um Show- Man-Popular com toda carga que esta expressão traz embutida”.

LUCIANA SAVAGET – A carioca tem 32 livros publicados, muitos deles traduzidos para o espanhol, alemão e árabe. Jornalista, atualmente trabalha na Globo News. Ganhou diversos prêmios: eleita “Personalidade do Ano Internacional da criança”; diploma de honra ao mérito no Festival Internacional Filme e TV de Nova York; prêmio do Parlamento Latino-Americano; prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. Recebeu em vários livros o selo Altamente Recomendável, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. Recebeu, em 2009 e 2010, os prêmios Adolfo Aizen e Viriato Correia, da União Brasileira dos Escritores (UBE), pelos livros “Operação Resgate na Jordânia” e “Aranha Daili”.

RAONY PHILIPS – Com 24 anos, cursou marketing e há três anos lançou seu canal no YouTube, o Rao TV, que tem ao todo mais de 100 milhões de visualizações. Lá começou a exibir a websérie Girls in the House, que depois ganhou o spin-off Disk Duny. Raony escreve os roteiros, desenha os personagens, usa um jogo de simulação da vida real para que os personagens atuem como previsto no roteiro, filma as cenas, edita, sonoriza, dubla praticamente todos os personagens e compõe e produz boa parte da trilha sonora. Girls in the House nasceu em forma de história em quadrinhos ainda na época do ensino médio de Raony e acompanha as idas e vindas de hóspedes e funcionários da Pensão da Tia Ruiva, uma pousada de qualidade duvidosa onde tudo pode acontecer. A websérie está atualmente na terceira temporada. Com o sucesso da personagem, Raony lançou Duny também como cantora, com música à venda no iTunes e outras plataformas. Desde setembro de 2016, Duny é ainda comentarista da TNT para eventos como Oscar, Grammy e Globo de Ouro, com participações ao vivo no Facebook do canal. Além disso, está finalizando seu primeiro álbum de estúdio.

Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter
Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar