Centro Cultural Cazuza será reinaugurado hoje com muita música – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeCulturaCentro Cultural Cazuza será reinaugurado hoje com muita música

Centro Cultural Cazuza será reinaugurado hoje com muita música

Edifício que agora abriga o Centro Cultural Cazuza é um antigo casarão de 1845//Divulgação

Centro Cultural Cazuza será reinaugurado hoje com muita música

 

VASSOURAS

Maio é conhecido como o mês das mães e das noivas, mas, este ano, no Vale do Café, será o mês da música, cultura e gastronomia! Uma curiosidade é que o mês começa e termina com um feriado, sendo que dia 1º foi celebrado o Dia do Trabalho e dia 31 será o feriado de Corpus Christi. Se esse fato significa que maio é o mês do passeio e diversão, o Vale do Café no próximo fim de semana oferece programação gratuita. O segundo fim de semana do mês será animado em Vassouras, quando será reinaugurado o Centro Cultural Cazuza, imortalizando o músico, frequentador da cidade, e para celebrar a renovação do prédio, a cidade recebe hoje, às 20h30min, o show de Sandra de Sá.

Já no sábado, dia 12, às 18 horas, haverá show do Bloco Exagerado e às 21 horas será a vez de Gilberto Gil. As apresentações serão na Praça Barão de Campo Belo.

Ainda em Vassouras, a antiga estação da cidade, de sábado, dia 12 a domingo, dia 13, recebe o 1º Festival de Cogumelos Shiitake, que contará com exposição de produtores orgânicos da região, que levarão o cogumelo in natura, em pó e em conserva, além de alguns quitutes feitos com o shiitake. Haverá também, oficina de gastronomia, de produção de shiitake e atividades para crianças no Museu Casa da Hera.

Uma casa cheia de histórias
O edifício que agora abriga o Centro Cultural Cazuza é um antigo casarão de 1845, em estilo neoclássico. Localizada ao redor da Praça Barão de Campo Belo, a principal da cidade, a casa tem grande valor simbólico e integra o conjunto protegido pelo Iphan desde 1958. Já há vários anos funcionava como sede da Secretária de Cultura e Turismo de Vassouras, tendo sido interditada em 2013, por questões estruturais.

A casa foi residência de importantes nomes da história de Vassouras, a cidade dos Barões de Café, tal qual o genro do Barão de Itambé, Francisco José Teixeira de Souza. Após seu falecimento, em 1871, o prédio foi transformado em sede de diversos clubes e colégios, até ser adquirido pela Prefeitura Municipal, que criou ali uma Casa de Cultura, até então denominada Centro Cultural Presidente Tancredo Neves, a fim de abrigar manifestações dos diversos segmentos culturais, como a Biblioteca Maurício de Lacerda e o Arquivo Público Municipal.

A família de Cazuza possui uma forte relação com o edifício, pois foi onde Lucinha Araújo, mãe do artista, nasceu. Foi também ali em frente, anos mais tarde, que ela conheceu seu marido, o empresário João Araújo. Para marcar esse vínculo familiar, foi instalado no novo Centro Cultural o busto de Maria Rangel de Araújo, educadora e fundadora do Colégio de Vassouras e avó de Cazuza.

 

 

Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter
Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar