Árbitro de vídeo em competições da Ferj é aprovado – A Voz da Cidade
Siga a Voz da Cidade
HomeEsporteÁrbitro de vídeo em competições da Ferj é aprovado

Árbitro de vídeo em competições da Ferj é aprovado

Recurso poderá auxiliar arbitragem em lances polêmicos - Divulgação/CBF

Árbitro de vídeo em competições da Ferj é aprovado

SUL FLUMINENSE/ESTADO

Em votação que aconteceu na última terça-feira, dia 05, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou por 29 votos favoráveis, 13 contra e seis abstenções o Projeto de Lei (PL) 3.377/17, de autoria do Samuel Malafaia (PSB), que estipula a utilização do árbitro de vídeo em competições promovidas pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). O texto agora segue para apreciação do governador Luiz Fernando Pezão, que pode optar pela sanção ou veto.
Desde sua apresentação inicial do PL muitas polêmicas surgiram, e alguns deputados, como os da bancada do PSOL, optaram por se abster da votação e discussão por considerar o assunto inapropriado para debatido na Alerj. Após as emendas propostas, a Lei entrou em contradição por conter parte que a qualifica como “determinação”, que a transformaria em medida obrigatória, enquanto em outros pontos é tratada como “autorizativa”, o que a tornaria facultativa.
Falando sobre o projeto, o deputado Samuel Malafaia admitiu o conflito, mas deixou que ele seja resolvido pelo governador. “Pelo texto publicado a norma valerá apenas para as partidas da Série A do Campeonato Carioca 180 dias após a lei entrar em vigor”, resumiu Malafaia comentando que o uso do recurso fica condicionado ao estabelecimento do mecanismo por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que teria o dever de arcar com os custos.
Ainda de acordo com o Projeto de Leim, caso ele seja sancionado pelo governador, há até mesmo a previsão de multa no valor de R$ 50 mil e a possibilidade do adiamento de partidas caso a norma não seja respeitada. Um dos itens mais absurdos do texto trata do número de paralisações por partida: cada equipe teria direito a cinco pausas por tempo para o uso do recurso de vídeo.

Diante dessa situação, o A VOZ DA CIDADE ouviu o vice-presidente de futebol do Volta Redonda FC, que está na Série A, do Campeonato Carioca, Flávio Horta Júnior e também o treinado do EC Resende, que disputará a Série C. Horta disse que o Voltaço sempre apoiará o que for benéfico para a evolução do futebol. “Sempre vamos apoiar qualquer iniciativa que venha para ajudar a qualificar a arbitragem e contribuir para a evolução do futebol, mas o que nos preocupa são questões como o custeio dos equipamentos, profissionais e afins, principalmente entre clubes de menor investimento. Vamos continuar acompanhando de perto todo o processo e, se for para implementar o árbitro de vídeo, que seja feito da melhor maneira para todo mundo”, comentou o dirigente.

Thiago Campbell, que comandou equipes das divisões de base e a equipe  principal do Barra Mansa Futebol Cube, disse que assim como os outros esportes, que já utilizam o recurso do vídeo, o Futebol precisa evoluir e acompanhar essa tendência. “É bastante válido e a tecnologia precisa estar inserida hoje no futebol. O primeiro passo precisa ser dado, para que no futuro esse acesso também possa chegar aos clubes pequenos”, comentou.

Compartilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter
Classifique essa Notícia
Sem Comentários

Comentar